Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor

Cura da calvície? Cientistas criam pele capaz de produzir fios de cabelo

iStock
Imagem: iStock

Do VivaBem, em São Paulo

11/01/2018 17h55

Você gosta das suas madeixas e morre de medo de perdê-las? Ou já está com a cabeça lisinha e tem saudades dos fios? A ciência poderá ajudar. Um estudo feito por especialistas da Universidade de Medicina de Indiana, nos Estados Unidos, conseguiu progredir na questão de manter os cabelos.

Usando células-tronco de camundongos, os cientistas conseguiram fazer crescer o que eles apelidaram de “pele peluda”, segundo entrevista ao Daily Mail.

Veja também:

O nome pode não ser atraente, mas na realidade é apenas um tecido de pele desenvolvido em laboratório que se parece mais com cabelos naturais do que qualquer outro modelo anterior e que poderia ser usado como tratamento para acabar com a calvície.

Mas não é só a notícia que é boa, a história por trás da descoberta também. O professor Karl Koehler estava usando células-tronco para criar pequenas versões de órgãos reais, conhecidos como organoides. Sua ideia era criar pequenas versões do ouvido interno, em uma tentativa de curar a surdez. Porém, sem querer, ele notou que sua experiência estava gerando células de pele.

Ele decidiu explorar a oportunidade e colocou folículos pilosos, as estruturas capazes de produzir pelos, na pele – por que não? Assim, ele observou que um único pedacinho de pele desenvolvida em cultura continuava formando camadas superiores e inferiores de pele, o que mostrou que estava se desenvolvendo.

Para dar uma ideia aos leigos, Koehler explicou de um jeito mais simples: a pele se desenvolve como uma bolinha e os folículos pilosos crescem para fora em todas as direções, como se fossem aquela flor dente-de-leão.

É claro que novos testes ainda serão feitos, mas os cientistas estão otimistas e sentem que as pesquisas para o fim da calvície deram um grande passo.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
BBC
do UOL
Estilo
do UOL
Blog da Lúcia Helena
do UOL
do UOL
Estilo
Blog da Adriana Vilarinho
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
Cintia Cercato
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
Blog da Lúcia Helena
do UOL
VivaBem
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
Blog do Maurício de Souza Lima
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog da Lúcia Helena
do UOL

do UOL

Saiba quais cuidados você deve ter ao usar lentes de contato no verão

Sol, areia, mar, piscina, esportes ao ar livre. O verão é uma época cheia de diversões que ninguém quer perder de vista. No entanto, quem usa lentes de contato precisa tomar alguns cuidados para não sofrer com problemas que podem prejudicar a saúde dos olhos. Veja quando você deve redobrar a atenção ou até mesmo optar pelos óculos.    Em viagens de avião Não é errado usar lentes de contato quando você vai viajar de avião. Porém, é melhor retirá-las, principalmente em voos noturnos ou com mais de quatro horas de duração. Por causa do ar-condicionado da cabine, os olhos tendem a ficar ressacados e as lentes podem provocar desconforto, irritação, coceira e até dor. Antes de viajar, procure o seu oftalmologista para que ele indique um colírio lubrificante.   Veja também: Evite os erros mais comuns ao usar lentes de contato Mulher descobre que tinha 27 lentes de contato em um olho Câncer de pele que não tem nada a ver com o sol é comum no Brasil   Na hora de mergulhar Se não quiser tirar a lente para entrar na piscina ou no mar, use óculos de natação. Na água existem muitas bactérias que podem ficar na lente, aumentando o risco de uma infecção bacteriana, que pode causar úlceras de córnea, por exemplo. Além disso, o cloro utilizado nas piscinas também pode entrar em contato com as lentes e gerar algum tipo de irritação.    Ao praticar esportes  $escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2018/cuidados-ao-usar-lentes-de-contato-e-praticar-esportes-no-verao-1516050419643.vm')

do UOL
do UOL
Blog da Adriana Vilarinho
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
Topo