Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor

4 coisas que acontecem com o seu corpo quando você reduz o consumo de álcool

iStock
Imagem: iStock

11/01/2018 14h33

Parar de beber - ou reduzir o consumo de álcool - é uma das resoluções mais comuns de Ano Novo, principalmente se a ideia é adotar um estilo de vida mais saudável.

A mudança de hábito, que também alivia o bolso, tem um impacto positivo no organismo no curto e no longo prazo.

Veja também:

De acordo com o serviço público de saúde do Reino Unido (NHS, na sigla em inglês), alguns efeitos da redução do consumo de bebidas alcoólicas podem ser sentidos logo de cara:

  • Acordar com mais facilidade pela manhã
  • Ficar menos cansado durante o dia
  • Sentir que está mais em forma
  • Perder peso ou deixar de ganhar

Mas sua saúde também pode se beneficiar de forma mais prolongada. Listamos abaixo quatro mudanças que podem ser observadas com o passar do tempo:

1. Melhora do sono

Embora o consumo de álcool antes de dormir ajude algumas pessoas a cochilar rapidamente, a prática também prejudica os ciclos do sono, podendo interromper a fase em que ele fica mais profundo.

Uma análise de diversas pesquisas sobre o tema, publicada em 2013 pela publicação científica Alcoholism, concluiu que "qualquer dose de álcool provoca uma redução no período de latência até pegar no sono (ou seja, acelera o início do sono), uma consolidação do sono na primeira metade da noite e um aumento da fragmentação do sono durante a segunda metade".

Desta forma, "reduzir o consumo de álcool deve ajudar você a se sentir mais descansado quando você acordar", diz o NHS.

2. Sistema imunológico mais eficiente

O consumo excessivo de álcool enfraquece o sistema imunológico, deixando o corpo mais vulnerável a doenças.

De acordo com o NHS, quem exagera na bebida tende a contrair mais doenças infecciosas.

Isso acontece porque o excesso de álcool interrompe a produção de citocinas - moléculas responsáveis pela comunicação intercelular, fundamentais para o corpo se defender de infecções.

Uma produção mais lenta de citocinas pode reduzir sua capacidade de combater infecções até 24 horas após tomar um porre, informa um relatório do Instituto Nacional sobre Abuso de Álcool e Alcoolismo dos Estados Unidos.

3. Mudança de humor

De acordo com o NHS, há uma ligação forte entre o abuso de álcool e a depressão - e a ressaca costuma fazer com que as pessoas se sintam mais ansiosas e desanimadas.

Se você já sente tristeza ou ansiedade, beber pode agravar esses sentimentos, de modo que reduzir a ingestão de álcool pode, em geral, melhorar seu estado de espírito, acrescenta o serviço.

4. Pele mais saudável

As pessoas tendem a perceber uma melhora na aparência da pele logo após reduzir o consumo de álcool ou no longo prazo.

Segundo a Associação Americana de Dermatologia, o álcool faz mal à pele:

"Desidrata e, ao longo do tempo, danifica. Pode fazer com que a gente pareça mais velho."

O que seria beber demais?

No Reino Unido, o serviço de saúde pública recomenda o consumo de 14 "unidades" de álcool, no máximo, para homens e mulheres semanalmente.

De acordo com o governo, uma "unidade" equivale a 10 mililitros de álcool puro. Ou seja, a recomendação seria ingerir algo proporcional a até dez taças pequenas de vinho por semana.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog da Adriana Vilarinho
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
Cintia Cercato
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
Blog da Lúcia Helena
do UOL
VivaBem
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
Blog do Maurício de Souza Lima
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog da Lúcia Helena
do UOL

do UOL

Saiba quais cuidados você deve ter ao usar lentes de contato no verão

Sol, areia, mar, piscina, esportes ao ar livre. O verão é uma época cheia de diversões que ninguém quer perder de vista. No entanto, quem usa lentes de contato precisa tomar alguns cuidados para não sofrer com problemas que podem prejudicar a saúde dos olhos. Veja quando você deve redobrar a atenção ou até mesmo optar pelos óculos.    Em viagens de avião Não é errado usar lentes de contato quando você vai viajar de avião. Porém, é melhor retirá-las, principalmente em voos noturnos ou com mais de quatro horas de duração. Por causa do ar-condicionado da cabine, os olhos tendem a ficar ressacados e as lentes podem provocar desconforto, irritação, coceira e até dor. Antes de viajar, procure o seu oftalmologista para que ele indique um colírio lubrificante.   Veja também: Evite os erros mais comuns ao usar lentes de contato Mulher descobre que tinha 27 lentes de contato em um olho Câncer de pele que não tem nada a ver com o sol é comum no Brasil   Na hora de mergulhar Se não quiser tirar a lente para entrar na piscina ou no mar, use óculos de natação. Na água existem muitas bactérias que podem ficar na lente, aumentando o risco de uma infecção bacteriana, que pode causar úlceras de córnea, por exemplo. Além disso, o cloro utilizado nas piscinas também pode entrar em contato com as lentes e gerar algum tipo de irritação.    Ao praticar esportes  $escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2018/cuidados-ao-usar-lentes-de-contato-e-praticar-esportes-no-verao-1516050419643.vm')

do UOL
do UOL
Blog da Adriana Vilarinho
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Cintia Cercato
do UOL
do UOL
Topo