Topo

Benefícios dos alimentos


Melhora o colesterol e a digestão: 13 motivos para comer maçã todos os dias

Getty Images
Conheça os nutrientes presentes na frutas e seus benefícios à saúde Imagem: Getty Images

Samantha Cerquetani

Colaboração para UOL VivaBem

2018-11-18T09:51:48

18/11/2018 09h51

Uma maçã por dia mantém você longe do médico. Esse provérbio inglês resume bem o que o alimento proporciona para o organismo. A maçã é uma fruta de origem asiática e há mais de sete mil espécies diferentes, cada uma com características específicas, mas com propriedades nutricionais semelhantes. Saborosa e prática de carregar, ela possui nutrientes importantes que estimulam o corpo a prevenir doenças.

Consumir maçã ajuda a ter uma vida equilibrada e longe de doenças. Tanto a polpa quanto a casca são ricas em vitaminas C, sais minerais como cálcio, fósforo e potássio, além de fibras e um poderoso antioxidante, a quercetina. Confira, a seguir, detalhes sobre os benefícios da fruta:

1. Melhora a função cerebral

Comer maçã também faz bem para o cérebro. A quercetina (um dos antioxidantes encontrados em abundância nas maçãs) é um dos compostos que ajudam a reduzir a morte celular causada pela oxidação e inflamação dos neurônios. Além disso, possui vitaminas do complexo B, vitamina C e ácido fosfórico, o que protege o sistema nervoso.

2. É boa para o coração

Quem consome maçã tem menos riscos de ter problemas cardiovasculares. Isso acontece porque a fruta contém fibras solúveis, que reduzem os níveis de colesterol no sangue. Possui também polifenóis, que têm efeitos antioxidantes e pode diminuir a pressão arterial. Uma pesquisa da Medical University of Warsaw comprovou que os flavonoides presentes na maçã afastam as doenças cardíacas, diminuindo a pressão arterial, reduzindo a oxidação do colesterol e atuando como antioxidantes.

3. Diminui o risco de diabetes

Vários estudos associaram a ingestão de maçãs a um menor risco de diabetes tipo 2. De acordo com uma revisão de pesquisas realizada pela California State University, comer uma maçã por dia reduz o risco de desenvolver a doença em 28%. E até mesmo quem consumia apenas algumas maçãs por semana também estavam mais protegidos do diabetes. Acredita-se que os polifenóis presentes nas frutas previnam danos nos tecidos das células beta do pâncreas. Elas produzem insulina no corpo e são frequentemente prejudicadas nas pessoas com diabetes tipo 2.

4. Afasta a prisão de ventre

Consumir bastante fibra é um método simples que alivia a constipação. As maçãs são ideais para evitar esse problema devido ao seu alto teor de fibras. É importante consumir a fruta com a casca, pois nela que contém a maior quantidade de fibra da fruta. As maçãs possuem pectina, um tipo de fibra que age como prebiótico e ajuda o intestino a funcionar melhor.

5. Previne o câncer

A revista científica Public Health Nutrition divulgou o estudo de um grupo de cientistas da Universidade de Perúgia, na Itália, comprovando que as pessoas que consumiam uma maçã por dia tinham menos riscos de desenvolver diversos tipos de cânceres. Para chegar a essa conclusão, os estudiosos avaliaram 40 pesquisas e notaram que a maçã diminui o risco de câncer de pulmão, intestino, boca, sistema digestivo e até mesmo de câncer de mama.

6. Combate a asma

As maçãs são ricas em antioxidantes que podem proteger os pulmões de danos oxidativos. Um estudo divulgado pela California State University também comprovou que as mulheres que comiam mais maçãs tinham menores riscos de desenvolver asma. Comer cerca de 15% de uma maçã grande por dia já diminui em 10% a chance da doença aparecer. De acordo com uma pesquisa divulgada na publicação científica Molecules, a maçã regula o sistema imunológico e reduz a inflamação devido à quercetina, presente na casca da maçã.

7. Previne cáries

Comer maçã contribui com a limpeza dos dentes e gengivas. As fibras limpam os dentes, enquanto as propriedades antibacterianas do alimento impedem que bactérias e vírus infectem a boca. Além disso, as maçãs também estimulam a secreção de saliva (um composto alcalino), reduzindo a capacidade das bactérias se multiplicarem e crescerem na boca, o que previne o aparecimento de cáries e mantém a saúde bucal. Uma pesquisa comprovando esses benefícios foi divulgada na revista científica Plos One.

8. Fortalece o sistema imunológico

As maçãs contêm poderosos nutrientes que estimulam o sistema imunológico. Possuem fibras que ajudam a transportar resíduos para fora do corpo. Além disso, a fruta é fonte de vitamina C que contribui para que o organismo desenvolva resistência. Sendo assim, protege o organismo de doenças como gripes e resfriados.

9. Previne doenças oculares

As maçãs ajudam a prevenir doenças oculares como degeneração macular, catarata e glaucoma. O alimento também torna os olhos mais fortes e melhora a visão, além de contribuir no tratamento da cegueira noturna. As maçãs são ricas em flavonoides e antioxidantes, que reduzem o impacto dos radicais livres nos olhos e previnem as doenças.

10. Aumenta a saúde óssea

As maçãs estão entre as frutas que causam um efeito benéfico na densidade óssea e na resistência dos ossos. Elas protegem contra a osteoporose, que é a deterioração do osso e um aumento do risco de fraturas. Pessoas que consumem mais o alimento perdem menos cálcio, que é um mineral essencial para a construção e manutenção dos ossos.

11. Diminui o colesterol

As maçãs contêm pectina, uma fibra natural que reduz o colesterol ruim do organismo. Uma pesquisa do European Journal of Nutrition mostrou que o consumo de maçãs inteiras reduziram o colesterol em voluntários saudáveis. Já um estudo do Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics também mostrou que consumir duas maçãs diminuiu o colesterol em mulheres após a menopausa.

12. Retarda o envelhecimento

A fruta é rica em rica em taninos e flavonoides, que são fitonutrientes que agem como antioxidantes, adstringentes e antiinflamatórios. Por essa razão quem consome a fruta com frequência previne o envelhecimento precoce. Além disso, a formação de radicais livres, que provocam o envelhecimento, é minimizada pelos antioxidantes presentes na fruta.

13. Alivia problemas de estômago

As fibras da maçã formam um gel que tem atuação direta na proteção da mucosa gástrica. Dessa forma, alivia o desconforto característico da gastrite, que é uma inflamação do revestimento do estômago. E por ser fonte de cálcio, magnésio e potássio, o consumo da fruta alivia os sintomas do refluxo ácido, problema que ocorre quando o ácido do estômago sobe para o esôfago. Uma maçã depois de uma refeição ou antes de dormir neutraliza este ácido, criando um ambiente alcalino no estômago.

Benefícios em estudo

- Previne a obesidade: um estudo publicado na revista Food Chemistry analisou como os compostos de sete tipos de maçãs afetaram as boas bactérias intestinais de camundongos obesos. Os pesquisadores descobriram que a fruta tem um efeito benéfico sobre as bactérias intestinais. Eles acreditam que essa descoberta pode levar a novas estratégias que previnam a obesidade em humanos.

- Afasta o risco de Alzheimer e Parkinson: pesquisadores da Universidade Cornell (EUA) realizam um estudo em células cerebrais de ratos e comprovaram que os potentes antioxidantes abundantes em maçãs protegem contra o estresse oxidativo, que está associado ao Alzheimer e outros distúrbios neurodegenerativos. Além disso, as maçãs param a degradação gradual das células nervosas produtoras de dopamina, que podem ser uma das causas do Parkinson.

Qual é a melhor forma de consumo e como escolher?

Recomenda-se o consumo de uma porção diária da fruta in natura e com casca para melhor aproveitamento dos nutrientes. Quando a maçã é consumida na forma de suco, por exemplo, perde-se bastante o teor de fibras da fruta e seus benefícios ficam reduzidos. E importante que ela seja bem higienizada antes do consumo. A maçã também pode fazer parte de diversas receitas doces e salgadas.

Escolha a fruta que tenha a casca de cor acentuada, com polpa firme, que seja pesada e sem furos ou rachaduras.

Consumo em excesso e contraindicações

As sementes da fruta devem ser descartadas, pois contêm cianeto e podem causar mal-estar e, em casos mais raros, até a morte por envenenamento. Grávidas e lactantes também devem evitar o excesso da fruta, por não ter informações científicas que comprovem a sua segurança. Uma maçã por dia é suficiente para desfrutar de todos os benefícios do alimento.

Além disso, sabe-se que, apesar de raro, a maçã pode causar reações alérgicas em pessoas que são sensíveis à família das Rosáceas (incluem damasco, amêndoa, ameixa, pêssego, pêra e morango) ou alérgicas ao pólen. E pessoas com diabetes também devem evitar consumir em excesso, especialmente o suco de maçã, pois aumenta os níveis de açúcar no sangue.

Fontes: Andrea Pereira, nutróloga do Centro de Oncologia e Hematologia do Hospital Israelita Albert Einstein e da Obesidade e Cirurgia Bariátrica da UNIFESP; Luísa Tonello Vargas Negri, nutricionista do Centro Especializado em Obesidade e Diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz; Regina Stikan, nutricionista do Hospital Santa Catarina.

Siga o UOL VivaBem nas redes sociais
Facebook - Instagram - Youtube

Mais Benefícios dos alimentos