menu
Topo

Check-up VivaBem

Aqui boato não tem vez! Esclarecemos o que dizem por aí

Entrar na água depois de comer é perigoso e causa congestão?

VivaBem - Nadar Congestao
Imagem: Priscila Barbosa/VivaBem

Giulia Granchi

Do UOL VivaBem, em São Paulo

14/11/2018 04h00

"Agora, você só pode entrar na água daqui a duas horas!" Essa famosa frase, proferida há décadas por muitas mães após os filhos terminarem de comer, causa (ou já causou) frustação nas crianças que querem pular na piscina ou no mar depois do almoço --e é a alegria dos pequenos que vivem fugindo do chuveiro.

A razão para proibir o banho é a crença de que entrar na água após comer faz mal à saúde e pode causar congestão. Será que existe mesmo motivo para tal preocupação?

VEJA TAMBÉM

Entrar na água depois de comer é perigoso?

A verdade é que, após a refeição, o simples contato com a água praticamente não oferece riscos à saúde, --seja em um banho de mar ou piscina, seja no chuveiro. Porém, a atividade física (nadar), sobretudo em alta intensidade, pode ser perigosa.

Ao terminar de comer, o organismo dá prioridade à digestão e há um maior fluxo sanguíneo no estômago. Da mesma forma, quando praticamos exercícios, os músculos necessitam de mais sangue. Com tantas demandas, pode haver um desequilíbrio na irrigação de sangue em diversas partes do organismo, prejudicando a digestão e até o cérebro, o que gera mal-estar, tontura, síncope (perda de consciência rápida), náuseas e vômito.

Vale ressaltar que a congestão raramente é causa de morte. No entanto, se a criança --ou até mesmo um adulto -- tem o problema e está em uma piscina ou no mar, pode entrar em desespero, não conseguir nadar e se afogar.

Ainda é bom deixar claro que, apesar de pouquíssimo comum, o contato prolongado com a água muito quente (em uma banheira, por exemplo), pode trazer problemas mesmo quando você não faz atividade física. Nesse caso, haverá um aumento do fluxo sanguíneo em direção à pele, na tentativa de resfriar o corpo, e isso vai comprometer o processo de digestão.   

Quanto tempo esperar para fazer esforço?

Como explicado, não existe nenhum problema em entrar na piscina ou no mar para curtir a água, sem se movimentar muito, imediatamente após comer. Porém, sabemos que não é fácil fazer os pequenos ficarem quietinhos e não realizarem esforço ao brincar na água. Por isso, as mães têm certa razão em não deixar a garotada mergulhar logo depois de uma grande refeição.

No caso de mar muito agitado, não custa nada até os adultos aguardarem um pouco, já que vencer a força das ondas pode exigir grande esforço. O tempo de espera para entrar na água varia muito, pois a duração da digestão depende do tipo e quantidade de comida ingerida. De modo geral, o recomendado é esperar ao menos uma hora antes de realizar atividade física --ou duas se o esforço for muito grande, como a prática de um esporte. 

Ao entrar na água após comer, mesmo sem nadar, a pessoa deve redobrar a atenção se a pessoa consumiu álcool, especialmente em local com ondas, já que a substância pode interferir no equilíbrio, habilidades cognitivas e reflexos.

Fontes: Ricardo Barbuti, gastroenterologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz e chefe  do ambulatório de gastroenterologia clínica do HCFMUSP (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo); e Elaine Moreira, gastroenterologista e presidente da Sociedade Mato-grossense de Gastroenterologia e Nutrição. 

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube