menu

Topo

Tudo sobre Câncer

Sintomas e tratamentos da doença


Tudo sobre Câncer

Como a mamografia afeta a sobrevivência em casos de câncer de mama?

Istock
Imagem: Istock

Do UOL VivaBem, em São Paulo

2018-11-12T13:33:07

12/11/2018 13h33

A dúvida sobre a eficácia da mamografia para o aumento taxas de sobrevivência de câncer de mama tem gerado debates na comunidade médica.

Uma nova pesquisa publicada no periódico científico Cancer avaliou as informações médicas de mais de 50 mil mulheres e concluiu que o rastreio mamário realmente é altamente benéfico.

VEJA TAMBÉM

Risco de morte reduzido em 60%

Em seu estudo, a equipe de cientistas analisou dados coletados de 52.438 mulheres com idades entre 40 e 69 anos. Algumas das participantes optaram por receber exames de câncer de mama em um período de 39 anos, entre 1977 e 2015, em Dalarna, Suécia.

Para melhorar a avaliação de como as iniciativas de triagem mamária impactariam os resultados de saúde, os especialistas que conduziram o estudo usaram um novo método que envolvia o cálculo da incidência anual de câncer de mama levando à morte depois de 10 anos e 20 anos após o diagnóstico.

Os pesquisadores descobriram que as mulheres que fizeram o rastreamento do câncer de mama tiveram um risco 60% menor de morte dentro de 10 anos após o diagnóstico do câncer de mama e 47% menor risco de morte 20 anos após o diagnóstico de câncer de mama.

Conforme observaram os pesquisadores há anos, os médicos acreditam que a  triagem permite que especialistas detectem tumores de câncer em um estágio inicial, o que significa que os tumores podem ser tratados mais cedo, e responderão melhor à terapia.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube