Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor

Quer ter um filho saudável? Esta é a melhor época do ano para engravidar

iStock
Baixas temperaturas aumentam as taxas de gordura marrom no espermatozoide Imagem: iStock

Do VivaBem

11/07/2018 10h42

Com a obesidade infantil atingindo números assustadores, a busca por meios de prevenir a doença também aumenta –e talvez implique até no período que os pais tentam engravidar.

De acordo com um estudo publicado no periódico Nature Medicine na segunda (9), fazer sexo no inverno pode ajudar a proteger as futuras crianças do sobrepeso e dos distúrbios metabólicos. Os cientistas do ETH Zurich, na Suíça, sugerem que homens que passam um tempo em baixas temperaturas antes de fazer sexo produzem mais tecido adiposo marrom em seus espermatozoides, que é transmitido para seus filhos.

Veja também:

Taxas mais altas de gordura marrom --encontrada sob a língua, ao redor da clavícula ou ao longo da coluna-- têm sido associadas a um risco menor de ficar acima do peso ou desenvolver distúrbios metabólicos.

"Até agora, a suposição era de que isso tinha algo a ver com as temperaturas que as pessoas experimentaram durante sua vida", diz Christian Wolfrum, que liderou o estudo. "Nossas observações sugerem que as temperaturas antes da concepção também podem afetar os níveis posteriores de gordura marrom".

iStock
Fazer sexo no inverno pode ajudar a proteger os futuros filhos do sobrepeso Imagem: iStock

Pesquisa foi feita com humanos e ratos

No estudo, a equipe analisou imagens de tomografia de 8.400 adultos. Eles descobriram que as pessoas nascidas entre julho e novembro no hemisfério norte, ou seja, concebidas no inverno, tinham muito mais gordura marrom do que as nascidas entre janeiro e junho --concebidas no período mais quente do ano.

Eles então realizaram um estudo em camundongos para confirmar os achados, mantendo alguns a uma temperatura moderada de 23°C e outros a 8°C, e permitindo que se acasalassem. Enquanto a temperatura das fêmeas não afetou os níveis de gordura marrom, os machos mantidos em ambiente frio por vários dias produziram descendentes com mais gordura marrom do que os outros.

Os descendentes desses machos em temperaturas frias ganharam menos peso quando colocados em uma dieta rica em gordura. Esses camundongos também eram melhores em regular a temperatura do corpo em condições de frio, um possível benefício evolutivo decorrente da concepção.

Os resultados parecem sugerir que a temperatura ambiente na concepção pode levar diretamente a mudanças epigenéticas na prole. Mas os pesquisadores alertam que ainda precisam estudar melhor essa relação.

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook • Instagram • YouTube