menu
Topo

Alimentação

Ideias e informações para você comer melhor

Matchá é grande aliado no emagrecimento? Saiba tudo sobre a bebida

iStock
O matchá possui 137 vezes mais antioxidantes que o chá-verde Imagem: iStock

Helô Oliveira

Colaboração para o VivaBem

11/06/2018 04h00

Já ouviu falar em matchá? A bebida, que vem ganhando cada vez mais adeptos, conquistou fama graças aos seus superpoderes nutricionais. E não é para menos: ele possui 137 vezes mais antioxidantes que o chá-verde, item sempre presente nas dietas.

“O matchá é rico em epigalocatequina, antioxidante que, além de combater o envelhecimento precoce, encaminha ao cérebro informação de que o estômago está cheio, promovendo a sensação de saciedade”, explica Olga Amancio, presidente da SBAN (Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição).

Leia também:

O chá também possui fibras, responsáveis por diminuir o colesterol ruim; clorofila, que evita a retenção de líquidos; e l-teanina, aminoácido que estimula a atividade de ondas cerebrais ligadas à concentração, ao alívio do estresse e à diminuição da pressão arterial. Como se não bastasse, ele possui propriedades anti-inflamatórias e, graças à presença de cafeína, xantina e catequinas, é termogênico --termo designado a alimentos que aceleram o metabolismo e a queima de gordura.

Fabricação artesanal

O chá-verde e o matchá são extraídos da mesma planta, a Camellia sinensis. A diferença, porém, está no processo de fabricação. “O matchá é obtido a partir das folhas mais jovens e tem seu cultivo protegido dos raios solares. Elas são trituradas vagarosamente em um moinho de pedra até que sejam reduzidas a pó”, explica Fernanda Maluhy, nutricionista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, de São Paulo. Por ser solúvel em água --ao contrário do chá-verde, feito por infusão--, o matchá possui uma quantidade maior de nutrientes.

O pó pode ser misturado à água (uma colher de chá para cada 100 ml), a sucos, iogurtes, vitaminas ou a receitas de bolos, biscoitos, pães e sopas. É importante que a água esteja apenas quente, não fervendo, para que não haja perda nutricional.

A dose recomendada é de um a dois gramas do pó, de uma a três vezes por dia. “A ingestão diária máxima é de 20 gramas”, ressalta Olga.

Contraindicação

O matchá não é indicado para pessoas hipertensas, com hipertireoidismo ou com distúrbios do sono, uma vez que pode causar complicações por acelerar o metabolismo e a frequência cardíaca. Aliás, se possível, consuma a bebida antes das 16 horas para que a cafeína e demais substâncias termogênicas não atrapalhem o sono. Grávidas, lactentes, crianças e idosos não devem ingerir a bebida sem orientação profissional.

A ingestão excessiva pode causar insônia, dor de cabeça, dor de estômago, estresse, diarreia e azia.

O matchá é regulamentado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), desde que siga todos os requisitos sanitários estabelecidos pela legislação brasileira. Portanto, adquira o produto sempre de fornecedores confiáveis, preferencialmente em lojas físicas e com todos os rótulos necessários de qualidade. “De preferência, fuja da venda a granel, já que ela impede que se saiba a procedência, a validade e a conservação do produto”, alerta Fernanda.

Aprenda a preparar uma receita de bolo funcional de chocolate e matchá:

iStock
Imagem: iStock

Bolo funcional de chocolate e matchá

Ingredientes

  • 3 ovos
  • 1 colher (sobremesa) de matchá
  • ¾ xícara (chá) de mel
  • ¼ xícara (chá) de óleo de coco
  • ¾ de xícara (chá) de biomassa de banana verde
  • ¾ de xícara (chá) de fécula de batata
  • 150 g de nozes picadas
  • 150 g de chocolate 70% cacau
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher (café) de extrato de baunilha
  • 1 colher (chá) de fermento químico

Modo de preparo

Derreta o chocolate em banho-maria junto com o óleo. Bata o mel e os ovos até que cresçam um pouco. Adicione os demais ingredientes, exceto o fermento e as nozes. Quando a massa estiver homogênea, desligue o fogo e adicione o fermento e as nozes. Asse no forno preaquecido a 190 graus por aproximadamente 30 minutos.

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook • Instagram • YouTube