menu
Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor

Está espirrando? Será que é gripe ou resfriado? Entenda diferença

iStock
Febre alta geralmente é um sintoma que indica que você tem gripe, não resfriado Imagem: iStock

Da Agência Brasil

27/05/2018 04h00

É só o inverno se aproximar que os termômetros começam a despencar e os narizes, a espirrar. Sabendo que todo ano acontece a mesma coisa, o Ministério da Saúde reforçou a importância da vacinação contra o Influenza, o vírus da gripe.

Mas ficar com o nariz escorrendo não é sinônimo de gripe. Primeiro que existem três tipos diferentes do vírus Influenza: A, B e C. O último causa apenas infecções respiratórias brandas e não representa grande impacto na saúde pública. Já os vírus A e B são responsáveis por epidemias sazonais --sendo o tipo A responsável por pandemias como a H1N1, registrada em 2009, e a H3N2, que no começo do ano infectou milhares de pessoas nos EUA e já circula no Brasil. 

Veja também:

A coriza pode ser sinal de um resfriado, que também é uma doença respiratória e, frequentemente, é confundida com a gripe. O quadro é causado, entretanto, por vírus diferentes. Os mais comuns, segundo o ministério, são os rinovírus, os vírus parainfluenza e o vírus sincicial respiratório (VSR), que geralmente acometem crianças.

Veja a diferença entre gripe e resfriado, de acordo com o Ministério da Saúde

iStock
Gripe costuma ser mais forte e resfriado mais brando Imagem: iStock
 Quais os sintomas da gripe?

Começa, em geral, com febre alta, seguida de dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça, coriza e tosse seca. A febre é o sintoma mais importante e dura em torno de três dias. Os problemas respiratórios, como tosse, tornam-se mais evidentes com a progressão da doença e mantêm-se em geral de três a cinco dias após o desaparecimento da febre. Alguns casos apresentam complicações graves, como pneumonia, e pode ser preciso recorrer à internação hospitalar.

Como se transmite a gripe?

O Influenza pode ser transmitido de forma direta, por meio das secreções das vias respiratórias de uma pessoa contaminada ao espirrar, ao tossir ou ao falar. Também é passado por meio indireto. Suas mãos, por exemplo, que após contato com superfícies recentemente contaminadas por secreções respiratórias de um indivíduo infectado, podem carregar o vírus para a boca, o nariz e os olhos.

Por quanto tempo o vírus influenza pode permanecer em superfícies?

Sabemos que alguns vírus e bactérias vivem por duas a oito horas em superfícies, como o botão do elevador, o corrimão da escada ou a maçaneta da porta. Lavar as mãos com frequência ajuda a reduzir o risco de se contaminar a partir dessas superfícies.

Como tratar a gripe?

Pessoas com gripe devem beber bastante água e descansar. A maioria dos pacientes se recupera dentro de uma semana. Os medicamentos antivirais para a gripe podem reduzir complicações e óbitos, embora os vírus do tipo Influenza possam desenvolver resistência aos medicamentos. Os remédios são especialmente importantes para grupos de alto risco. Eles devem ser administrados precocemente --dentro de 48 horas após o início dos sintomas.

Quais os sintomas do resfriado?

Os sintomas do resfriado, apesar de parecidos com os da gripe, são mais brandos e duram menos tempo – entre dois e quatro dias. Eles incluem tosse, congestão nasal, coriza, dor no corpo e dor de garganta leve. A febre é menos comum e, quando presente, o aumento de temperatura é baixo.

Como se transmite o resfriado?

Da mesma maneira que a gripe. Portanto, as medidas preventivas utilizadas para evitar a gripe também devem ser adotadas para prevenir os resfriados.

Existem outros quadros que podem ser confundidos com a gripe?

Outra doença com sintomas parecidos e que pode ser confundida com a gripe é a rinite alérgica. Os principais sintomas são espirros, coriza, congestão nasal e irritação na garganta. A rinite alérgica não é uma doença transmissível e sim crônica, provocada pelo contato com agentes alergênicos --substâncias que causam alergia, como poeira, pelos de animais, poluição, mofo e alguns alimentos.

Siga o VivaBem nas redes sociais
Facebook • Instagram • Youtube