menu

Topo

Dieta


Dieta

Qual é a melhor estratégia se o seu objetivo é só desinchar?

iStock
Imagem: iStock

Ana Carolina Nunes

Colaboração para o VivaBem

2018-03-05T10:14:27

05/03/2018 10h14

Aquela sensação desconfortável de roupas e sapatos apertando, que deixam marcas na pele, especialmente no final do dia, e aquele peso nas extremidades de braços e pernas são sintomas característicos do inchaço corporal. Mas esse incômodo pode ser eliminado ou pelo menos reduzido com uma dieta adequada.

A primeira iniciativa é ingerir bastante água. É muito comum que as pessoas se enganem evitando tomar água como solução para o inchaço. A ingestão de água de forma escalonada ao longo do dia ajuda a manter o corpo hidratado, auxilia o funcionamento adequado do aparelho digestivo e dos rins e colabora na eliminação de toxinas

Leia também:

“Uma estratégia para desinchar em menor tempo é, primeiro, beber bastante água. Apesar de parecer contraditório, a água tem um efeito diurético muito potente”, explica Francisco Tostes, médico endocrinologista e membro da Sbem (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia). Uma dica é ter sempre próximo, seja na bolsa, no carro ou na estação de trabalho, uma garrafa d´água e ir tomando aos poucos.

Beba água e reduza o carbo

A estratégia para desinchar também passa por reduzir ao máximo o consumo de carboidratos refinados e bebidas alcoólicas. “Esses são alimentos que podem causar uma reação inflamatória do corpo, o que também costuma resultar em inchaço corporal”, afirma Tostes.

Ou seja, cerveja, drinks e vinhos, assim como pães, biscoitos, tortas, bolos, torradas e arroz branco devem ser consumidos com parcimônia não só para quem quer perder peso em geral, mas também para quem quer desinchar.

Diminua os industrializados  também  

Outra medida é evitar frituras e, principalmente, produtos industrializados e processados, que possuem alta quantidade de sódio, elemento que favorece o acúmulo de líquido. “É impossível zerar esse consumo, mas dá para reduzir bastante, por exemplo, eliminando o refrigerante”, sugere Weruska Barrios, nutricionista do hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo. O controle do sal também é essencial.

Coma frutas e alimentos com fibras

Ao mesmo tempo, recomenda-se adicionar à dieta mais alimentos com fibras como frutas. Destaque para melancia, limão e morango, verduras, legumes, grãos e cereais, que vão melhorar a digestão e, assim, impactar todo o bom funcionamento do organismo. 

E as dietas detox?

Barrios chama a atenção para as dietas de sucos detox que prometem desinchar. De acordo com a nutricionista, há, sim, vários alimentos que fazem uma ‘limpeza’ no organismo, como os funcionais, que seriam aqueles alimentos com menor potencial inflamatório. Porém, a desintoxicação não deve ser pontual. Os alimentos e sucos dentro desse conceito anti-inflamatório, mais saudáveis, devem ser constantes na dieta, para desinchar, e não se deve substituir refeições pelos sucos.

Investigue as causas do inchaço e faça exercícios

O inchaço pode ter diferentes causas, entre elas algum problema circulatório, hepático ou renal. Por isso, é importante que indivíduos que tenham sensação de inchaço procurem um médico para investigar. Vale ainda avaliar se o inchaço não está relacionado a um descontrole hormonal ou à uma inflamação medicamentosa, ou seja, caso alguém tenha feito algum tratamento com drogas médicas durante um longo período.

A dieta mais saudável também deve ser acompanhada de exercícios físicos frequentes. Atividades regulares são recomendação médica básica para hábitos saudáveis, exercendo influência positiva em todos os sistemas do organismo e são excelentes principalmente para eliminar o inchaço, já que beneficia principalmente os sistemas circulatório, imunológico e digestivo. 

Outra dica são as massagens de drenagem linfática, que podem ajudar muito a desinchar. Como o equilíbrio hídrico também passa pelo sistema linfático, os movimentos ajudam não só na corrente sanguínea como no sistema linfático, e estimula a eliminação de líquidos.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy