Topo

Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito

Conheça o professor que faz as famosas gastarem muita energia rebolando

Maria Júlia Marques

Do VivaBem, em São Paulo

12/01/2018 04h00

Você já viu uma aula do Justin Neto? Se ainda não conhece o professor de dança, por favor, assista ao vídeo para sentir o poder que esse homem tem de colocar todo mundo para requebrar.

Não importa se você é a Juliana Paes ou uma pessoa descoordenada como eu, ele faz qualquer um liberar "sua diva interior" e descer até o chão. O objetivo de Justin é que mulheres e homens mexam o bumbum, gastem muita energia, se divirtam e tenham mais bem-estar.  

O coreógrafo ganhou o coração de várias famosas --como Yasmin Brunett e Giovanna Ewbank-- e de milhares de seguidores no Instagram com um novo estilo de aula: o dance clip. A ideia é trazer os passinhos das coreografias de clipes icônicos. O repertório da aula tem músicas de Britney Spears, passa por Michael Jackson, Anitta (óbvio) e vai até É o Tchan.

Veja também:

“Quando sai um clipe da Anitta, todo mundo quer dançar igual, fazer quadradinho. Resolvi juntar isso a uma pegada de empoderamento na minha aula, e deu muito certo!”, explica Justin Neto, que pode comprovar a vitória com posts de mais de 900 milhões de visualizações no Insta.

O professor diz que sempre amou dançar. Ainda pequeno, era viciado nos movimentos de Angélica, Mara Maravilha e Xuxa. “Tem muita gente que fala que só faço sucesso por causa das famosas, mas não sabem da minha vida. E nem dou ouvidos... Quero fazer meu trabalho, ser feliz e que bom se as celebridades gostarem”.

"Respeita minha história": como surgiu o fenômeno?

UOL
Justin Neto ensina coreografia da música "Vai Malandra" em aula na academia Bodytech, em São Paulo Imagem: UOL
Justin morava em João Pessoa, na Paraíba, e no começo não recebeu muito apoio da mãe para se tornar educador físico. Ele até tentou seguir outros caminhos. Como já era chegado em internet, fez um semestre de ciências da computação, mas largou para ir dançar.

“Quando entrei na faculdade de educação física, eu arrasei. Me esforçava para minha mãe ver minhas notas, trabalhava também. Mas, sabe como é, sou leonino, gosto do novo e quis recomeçar a vida no Rio de Janeiro.”

O professor chegou à Cidade Maravilhosa cheio de sonhos na mochila e uma proposta de trabalho. Porém, foi difícil manter o otimismo: quando foi dar sua primeira aula oficial, a academia anunciou que estava fechando.

A história tinha tudo para dar errado. Mas, além de pé de valsa, o menino é muito determinado e encontrou um novo emprego. “Dava aula de tudo, queria pagar as contas, mas não perdia o foco de dançar. Uma hora a coisa se ajeitou,” conta. Justin ganhou um concurso após criar uma aula de dança baseada em musicais da Broadway e colocou seu nome no mapa.

Bombando nas redes enquanto requebra

De aula em aula ele foi ficando famoso, mas o grande salto aconteceu quando ninguém menos que Grazi Massafera quis aprender a dançar. “Na época a música em alta era 'Bang', que tem uma coreografia bem legal. Aí, foi um sucesso, a aula cresceu muito”, relembra.

O time de celebridades nas aulas não parou de crescer e tem nomes como Cleo Pires e Fernanda Souza. Mesmo com tantas estrelas dançando ao seu lado, Justin jura que não muda o estilo. “Tenho na cabeça que pode ser quem for, estão aqui para se divertir, querem se jogar e extravasar. Não tem espaço para frescura.”

Ele revela que apenas três famosas o fariam perder a compostura na aula: Beyoncé, Ivete Sangalo e Carla Perez. O professor é apaixonado pela energia de Ivete, acha que Beyoncé tem sangue brasileiro e diz que a loira do Tchan o ajudou a emagrecer e ser dançarino.

E nada de queridinhas: “Mulher quando sente que é preferida não lhe valoriza e as outras percebem e querem distância de você. Eu neutralizo, sou amigo de todo mundo, se vem na aula dou parabéns e se falta dou bronca no WhatsApp.”

Empine o bumbum e se divirta

Quer fazer parte da aula das famosas? É possível. Justin Neto mora no Rio de Janeiro, mas viaja pelo Brasil e vai até para Nova York ensinar o povo a dançar.

A ideia é criar momentos para a galera se sentir maravilhosa e arrasar na pista. Com menos de cinco minutos de aula ele já fala em alto e bom tom que todo mundo está lá para rebolar. Então, é para empinar o bumbum sem vergonha.

O negócio é colocar todo para suar muito. “A aula tem que ser prazerosa e cansar, mas meu foco não é esse. Não acho que tem de contar calorias, tem é que se divertir e aproveitar”, diz Justin. Ele explica que cria as coreografias pensando nas capacidades de todos e com passos simples, para evitar lesões.

O conselho sábio do coreógrafo é que você deve achar uma atividade física que gosta de fazer. Se for dança, melhor ainda. "E se for a aula do Justin, perfeito! Mas tem de ser algo que dê prazer, deixe a vida mais leve. Tudo que é obrigação fica chato e a pessoa acaba desistindo. Uma aula animada e descontraída com certeza vai manter você na academia”.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy