Dieta

Como é a dieta anti-inflamatória que Deborah Secco fez após cirurgia

Jorge Bispo/Divulgação/Corpo a Corpo
Deborah Secco Imagem: Jorge Bispo/Divulgação/Corpo a Corpo

Carol Salles

Colaboração para o VivaBem

29/11/2017 04h10

A alimentação pode auxiliar a recuperação de um pós-operatório? Pois a atriz Deborah Secco aproveitou a época de repouso depois de uma cirurgia de troca de prótese mamária para fazer uma dieta especial, composta por alimentos capazes de amenizar processos inflamatórios no organismo e, assim, facilitar a cicatrização.

Outro objetivo da dieta chamada de anti-inflamatória era evitar o ganho de peso, já que esse é um período no qual atividades físicas estão vetadas. O cardápio foi montado pela equipe da consultoria esportiva Brave Idea. Sediada em Miami, é formada pelos brasileiros Daniel Dezan, educador físico e nutricionista, e a esposa, Gabriela Cardoso Dezan, educadora física, fisioterapeuta e coach.

Veja também:

Não era uma dieta restritiva. Baseada no consumo de alimentos naturais, incluía proteínas magras, carboidratos complexos, doses adequadas de gorduras boas, como os ômegas-3, entre outros nutrientes. "No entanto, ficavam de fora alimentos ultraprocessados, batata frita, salgadinhos, farinha branca processada, óleos hidrogenados, gorduras saturadas, carne de porco e açúcar branco. Carne vermelha, só em moderação”, conta Gabriela.

Qual era o cardápio da dieta?

Dentre os alimentos permitidos, estavam salmão, ovos, abacate, iogurtes magros, azeite extra-virgem, linhaça, amêndoas, todos os tipos de frutas e legumes, arroz, quinoa, aveia, batata-doce, chás e proteínas magras, como peixes brancos. “Além disso, também orientamos a evitar situações de estresse e procurar dormir bem”, acrescenta a coach.

O resultado, segundo Gabriela, foi satisfatório. “Mesmo sem treinar, Deborah ficou com o abdômen mais sequinho, interno de coxa mais magro, glúteos ainda mais redondinhos e braços finos.”

E o que dizem os especialistas?

Cuidar da alimentação depois de uma cirurgia faz sentido. Isso porque todo trauma culmina com um processo inflamatório --e certos alimentos podem, sim, exacerbar essa inflamação. O processo é mediado por células do corpo que liberam substâncias inflamatórias, dentre elas os radicais livres. Portanto, alimentos antioxidantes, que os combatem, são uma boa pedida.

No entanto, se você não puder fazer uma dieta anti-inflamatória como a atriz Déborah Secco, não se preocupe. “Antigamente havia um tabu de evitar alimentos gordurosos e de difícil digestão, como por exemplo a carne de porco. Essa teoria caiu em desuso nos últimos 20 anos e, atualmente, há uma tendência em pedir para o paciente evitar, sobretudo, os alimentos industrializados e com muitos corantes”, diz Wendell Uguetto, cirurgião plástico do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo (SP).

O consumo excessivo de sal também é contraindicado, já que pode levar ao inchaço por retenção de líquidos. Por fim, antes e depois de uma cirurgia, não faça dietas restritivas. “A alimentação nesse período deve incluir quantidades balanceadas de carboidratos e proteínas, pois a combinação destes nutrientes é essencial para a cicatrização”, finaliza o endocrinologista Renato Zilli, do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo (SP).

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
Chef Funcional
do UOL
Cintia Cercato
do UOL
Blog Marcio Atalla
Blog da Lúcia Helena
Blog Nutrição sem neura
Chef Funcional
do UOL
Blog da Lúcia Helena
Blog da Verônica Laino
Blog da Georgia Castro
Chef Funcional
Cintia Cercato
Blog Marcio Atalla
Blog da Lúcia Helena
Chef Funcional
Blog Nutrição sem neura
do UOL
Blog da Verônica Laino
do UOL
Blog da Lúcia Helena
Blog da Georgia Castro
Chef Funcional
Cintia Cercato
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog da Lúcia Helena
Blog Marcio Atalla
Chef Funcional
Blog Nutrição sem neura
do UOL
do UOL
Cintia Cercato
Blog Nutrição sem neura
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Nutrição sem neura
do UOL
BBC
Blog Nutrição sem neura
do UOL
Estilo
Blog Nutrição sem neura
do UOL
Topo