Topo

Tudo sobre AVC

Sintomas e tratamentos da doença


Tudo sobre AVC

Costuma trabalhar mais de 10 horas por dia? Isso aumenta risco de AVC

Getty images
O estresse crônico é um dos fatores de risco do AVC Imagem: Getty images

Do UOL VivaBem

2019-06-23T11:36:50

23/06/2019 11h36

Semana nova começando e não dá para não pensar em trabalho. Se você é o típico funcionário dedicado, que sempre fica até mais tarde na empresa quando necessário, saiba que esse hábito pode prejudicar sua saúde.

Um estudo francês publicado no periódico no Stroke, jornal da American Heart Association, descobriu que pessoas que trabalham dez ou mais horas por dia, pelo menos 50 dias por ano, têm um risco 29% maior de sofrer um AVC (acidente vascular cerebral) --e esse risco chega a ser 45% maior se você manter essa carga horária por um período de dez anos ou mais.

"Uma descoberta surpreendente foi que a relação entre dez anos de longos períodos de trabalho e AVC demonstrou ser bastante forte em pessoas com menos de 50 anos [que geralmente têm risco menor da doença]", declarou Alexis Descatha, pesquisador do Paris Hospital, Versailles and Angers University e um dos autores do trabalho científico.

Como foi feito o estudo

  • Os pesquisadores revisaram os dados de um estudo populacional francês que contém informações sobre as horas trabalhas de 143.592 pessoas com idade em 18 e 69 anos.
  • Então, foram feitas entrevistas para descobrir casos de AVC que ocorreram entre os participantes e seus fatores de risco cardiovascular.
  • 42 mil indivíduos relataram trabalhar muitas horas (mais de 10 por dia, 50 dias por ano) e 14 mil disseram fazer isso durante 10 ou mais anos.
  • 1.224 participantes da pesquisam sofreram AVC e os cientistas identificaram que pessoas que trabalharam muitas horas tinham um risco 29% maior de ter a doença.
  • Esse risco chegou a ser 45% maior em quem trabalhou muitas horas por 10 anos ou mais.

Como evitar um AVC

A melhor forma de reduzir o risco de ter um AVC (ou derrame) é evitar os fatores modificáveis que causam a doença (sobrepeso, pressão arterial e colesterol alto e hábitos ruins). Então, faça o seguinte:

  • Pratique atividade física regularmente, ou seja, 150 minutos de exercícios moderados por semana --e saiba que atitudes como caminhar para ir ao trabalho ou à padaria, passear com o cachorro e subir escadas valem para cobrir essa cota de tempo, não precisa ser só o treino na academia.
  • Mantenha uma alimentação equilibrada, rica em frutas, verduras, legumes e alimentos naturais, como carne, peixes, ovos.
  • Reduza o estresse. Ter um hobby, praticar ioga, meditação, ler um livro, dançar ou fazer qualquer esporte ajuda a diminuir a tensão, assim como, veja só, não trabalhar demais.
  • Não fume e não abuse do álcool.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube

Mais Tudo sobre AVC