menu

Topo

Alimentação

Ideias e informações para você comer melhor


Alimentação

Falta de B12 provoca demência em idosa por 5 anos; entenda melhor como

iStock
Idosa tinha episódios de confusão, gritos, estresse e convulsões Imagem: iStock

Priscila Carvalho

Do UOL VivaBem, em São Paulo

2019-05-21T17:56:43

21/05/2019 17h56

Resumo da notícia

  • Uma idosa de 61 anos foi diagnosticada com demência e sofreu com o problema por cinco anos
  • Depois de muitos exames, os médicos descobriram que a doença foi provocada pela falta de vitamina B12
  • Os especialistas constataram que a deficiência danificou a camada de gordura ao redor de sua medula espinhal e desencadeou sintomas psicóticos
  • A vitamina B12 é encontrada em peixes, carnes, laticínios e ovos. O tratamento para repor o nutriente no organismo pode durar até seis meses

Delírios, gritos e convulsões. Esses foram alguns dos sintomas apresentados por uma idosa de 61 anos que sofreu com demência durante cinco anos. O caso aconteceu em Cabo Verde, na África, e as informações foram publicadas no periódico BMJ Case Reports. Depois de um diagnóstico demorado, o que mais chamou a atenção dos médicos é que o problema foi desencadeado por falta de vitamina B12.

A família notou as primeiras mudanças no comportamento da idosa, depois que ela parou de arrumar a casa, limpar a cozinha, gritar e dizer que via espíritos de pessoas mortas. Em um outro dia, a mulher chegou a sair pelada pelas ruas do bairro e teve convulsões.

Ao ser levada para o hospital, ela passou por exames de sangue e tomografia computadorizada, que não mostraram nenhum sinal de anormalidade. Os médicos a liberaram e aconselharam a família a continuar com as medicações neurológicas. Porém, a mulher não apresentava nenhuma melhora, continuava gritando com os parentes e acreditava que eles queriam envenená-la.

Depois da insistência em saber realmente o que a prejudicava, os familiares a encaminharam para o Departamento de Psiquiatria da Nova Medical School em Lisboa, Portugal, e descobriram que a doença era devido à falta de vitamina B12. Ao analisar os exames, os especialistas constataram que a deficiência danificou a camada de gordura ao redor de sua medula espinhal, o que levou à degeneração da coluna vertebral e desencadeou sintomas psicóticos.

Falta de B12 é comum em idosos

No estudo científico, os médicos disseram que a idosa estava com anemia. De fato, esse é um dos sinais mais comuns apresentados por esse público e serve de alerta para identificar o mais rápido possível a carência do nutriente.

Segundo Marcella Garcez Duarte, nutróloga diretora da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia), no Paraná, na terceira idade, os idosos começam a ingerir menos proteína animal, provocando a carência da B12 no organismo e por isso é comum apresentarem demência. Outros sintomas como confusão, cansaço, frustração também são frequentes.

A especialista alerta que não há como determinar em quanto tempo a pessoa apresentará os sintomas provocados pela falta do nutriente. No entanto, o ideal é fazer exames regularmente e conversar com médicos para identificar se ela está começando a ficar doente --isso também vale para veganos e vegetarianos.

Tratamento pode durar meses

O tratamento pode ser injetável ou via oral e dura em média seis meses. O médico deve acompanhar os resultados dos exames de sangue, que devem ser feitos a cada três meses, para identificar se há melhora ou não. Normalmente, uma semana depois do início do tratamento injetável a pessoa já começa a ter melhora nos sintomas.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube