Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Dia do Café: 6 bons motivos para investir na bebida e beneficiar sua saúde

iStock
O café é um queridinho dos brasileiros e beber sem exageros pode ajudar a saúde Imagem: iStock

Do UOL VivaBem, em São Paulo

2019-04-14T13:54:53

14/04/2019 13h54

O Dia Mundial do Café é comemorado neste domingo (14). E para você aproveitar a data e tomar aquele expresso cheiroso sem nenhuma culpa, contamos cinco benefícios que o café à saúde.

1. Afasta os problemas cardíacos

Uma pesquisa realizada com 140 mil pessoas pela Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard (EUA) mostrou que quatro doses diárias do café diminuem em até 11% o risco de insuficiência cardíaca, que é uma condição em que o coração não consegue bombear o sangue adequadamente para o corpo.

Ao que tudo indica, os responsáveis por esse benefício são os polifenóis da bebida. Eles combatem os radicais livres no organismo que alteraram o DNA e aumentam o colesterol ruim no corpo, causando problemas cardíacos como infartos, por exemplo.

2. Previne diabetes

Diversos estudos científicos comprovam que o consumo moderado do café pode diminuir a glicemia no sangue de pessoas com diabetes. Em uma pesquisa, com cerca de 200 mil pessoas nos EUA, Europa e Ásia, comprovou-se uma redução de 35% no risco do surgimento de diabetes de quem consumia pelo menos duas xícaras da bebida por dia.

O café, tanto o regular quanto o descafeínado, possuem antioxidantes como o ácido clorogênico, que tem sido associado ao aumento da sensibilidade da insulina, o que contribui para a redução do risco de desenvolver diabetes tipo 2. O magnésio presente no café também desencadeia a mesma ação.

3. Evita problemas respiratórios

A cafeína possui um efeito broncodilatador e reduz a fadiga dos músculos respiratórios. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Café, diversos estudos comprovam que a probabilidade dos consumidores moderados de café desenvolver os sintomas usuais de asma é, em média, 30% menor do que os não consumidores. Após o consumo moderado do café, há uma melhora na função pulmonar por até 2h. Pesquisas também mostram que reduzem os sintomas e podem prevenir manifestações da doença.

4. Previne câncer

Há diversas evidências científicas que comprovam a sua eficácia para diferentes tipos de câncer. Uma pesquisa da Universidade de Lund (Suécia) mostrou que o café protege contra o câncer de mama.

E o Istituto di Ricerche Farmacologiche Mario Negri (Itália) divulgou em uma análise de pesquisas que ocorreu uma redução de 41% do desenvolvimento do câncer de fígado em pessoas que bebem café em relação às que não consomem a bebida. Estudos mais recentes têm demonstrado que o consumo moderado de café pode reduzir em 18% o risco de câncer. Acredita-se que esse benefício ocorra devido à presença de antioxidantes no café, substâncias responsáveis por combater os radicais livres presentes no desenvolvimento da doença.

5. Melhora o intestino

O café ajuda a liberar um hormônio que estimula o intestino grosso a realizar os movimentos gástricos. O consumo da bebida aumenta as contrações do intestino, que empurram os resíduos para fora do organismo. Além disso, a cafeína provoca um aumento na produção de ácidos biliares no corpo. Beber café pode fazer com que a vesícula libere a bile no intestino, o que solta o intestino e aumenta a vontade de ir ao banheiro.

6. Aumenta a memória

A cafeína fortalece alguns tipos de memória por até 24 horas após seu consumo, como mostrou um estudo publicado no periódico Nature Neuroscience. A pesquisa foi realizada com 44 pessoas e comandada por pesquisadores da Universidade Johns Hopkins (EUA). Foi comprovado que o cérebro apresentou um nível mais profundo de retenção de memória em pessoas que consumiram mais cafeína.

#SemFrescura: quer a má notícia? Café depois do almoço não é tão bom assim

UOL Notícias

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube