menu

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Se movimente: ficar sentado por muito tempo anula benefícios do exercício

iStock
Levante dessa cadeira! Pesquisa mostra que ficar cerca de 13h sentado afeta seu metabolismo de tal forma que pode anular benefícios do seu treino Imagem: iStock

Do UOL VivaBem, em São Paulo

2019-04-13T15:55:55

13/04/2019 15h55

Não adianta fazer exercício por alguns minutos e passar o resto do dia sentado. Um novo estudo, publicado no periódico científico Journal of Applied Physiology, mostrou que pessoas que ficam sentadas por longos períodos e andam menos de 4 mil passos por dia tem problemas metabólicos mesmo se fizerem exercícios.

Não é segredo que o exercício faz bem para saúde, pesquisas mostram que uma hora de qualquer tipo de atividade física por dia afasta riscos de morte prematura e faz você viver mais.

Nós já sabíamos desse tipo de benefício do movimento, mas não imaginávamos que a inatividade anula todo o ganho. Pois é, ficar sentado durante a maior parte do dia pode nos tornar resistentes aos benefícios metabólicos dos exercícios e aumentar o risco de diabetes e doenças cardiovasculares.

Como o estudo foi feito?

Para entender melhor como ficar sentado afeta a resposta benéfica dos exercícios, cientistas da Universidade do Texas, nos EUA, fizeram o seguinte experimento:

  • Um grupo de dez alunos com homens e mulheres saudáveis e fisicamente ativos usaram monitores para medir quanto se moviam normalmente;

  • Depois da captação da vida normal, os pesquisadores pediram que todos os voluntários se limitassem a até 4 mil passos por dia e ficassem 13h sem movimentos, sentados na cadeira ou largado no sofá, por quatro dias;
  • Os participantes consumiram menos calorias durante os quatro dias para não ter ganho de peso;
  • Na manhã do quinto dia, os alunos voltaram ao laboratório e tomaram um shake com sorvete derretido e uma mistura de creme de leite com leite. A ideia era ver com exames de sangue como o metabolismo reagiria a refeição açucarada e gordurosa depois de tanta inatividade;
  • Em seguida, o experimento dos quatro dias foi repetido, mas desta vez, na última noite os estudantes saíram do sedentarismo e se exercitaram, correndo por uma hora;
  • Pela segunda vez, no quinto dia a manhã, eles voltaram ao laboratório e tomaram o mesmo shake e repetiram os exames.

O que descobriram com isso tudo?

Como era esperado, passados quatro dias de pouca atividade o metabolismo dos alunos ficou lento e sobrecarregado. Mesmo horas após o café da manhã, eles tinham alto nível de triglicérides e açúcar no sangue, além de baixa sensibilidade à insulina.

A surpresa apareceu quando os dados mostraram que o exercício não melhorou o quadro. Os exames da segunda fase de testes, quando os alunos treinaram na esteira antes de tomar o café da manhã, não estavam melhores que os primeiros.

A análise conclui que ser sedentário por um longo período cria condições que deixam o organismo resistente a melhorias metabólicas após exercícios. Resumindo: ficar sentado demais anula parte dos benefícios esperados com o treino.

A hipótese dos cientistas é que um chá de cadeira aumente a produção de substâncias bioquímicas indesejáveis que impedem a liberação de substâncias benéficas normalmente produzidas durante o exercício.

Se você quer fazer o seu treino contar, lembre-se de se levantar e se movimentar durante o dia mesmo fora da academia. Não passe muitas horas sentado no trabalho ou em frente à televisão.

VivaBem no Verão: 3 exercícios para fortalecer o core na praia ou em casa

VivaBem

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube