menu

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Quer se aposentar? Veja como evitar as doenças que mais matam antes dos 60

iStock
Para curtir a aposentadoria não basta só trabalhar muitos anos, é importante cuidar da saúde para chegar bem após os 60 anos Imagem: iStock

Elcio Padovez

Colaboração para o UOL VivaBem

2019-03-14T04:00:00

14/03/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Com a reforma da Previdência, homens devem ter que esperar até os 65 anos para se aposentar e as mulheres, até os 62
  • Apesar de a expectativa de vida do brasileiro ser bem acima disso, é importante cuidar da saúde para aproveitar o benefício
  • Entre as doenças que mais matam pessoas com menos de 60 anos estão infarto, AVC, câncer e pneumonia
  • Manter hábitos saudáveis, como fazer exercícios, se alimentar bem, controlar o peso e não fumar são importantes para evitar esses problemas

Caso a proposta de reforma da Previdência apresentada pelo governo de Jair Bolsonaro seja aprovada, os homens terão que esperar até os 65 anos para solicitar o benefício, enquanto a faixa etária mínima das mulheres será de 62 anos.

Segundo dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 2018, a expectativa de vida média do brasileiro passou de 75,8 para 76 anos -- 72,5 para os homens e 79,6 para as mulheres. Então, após se aposentar, você ainda pode ter um bom tempo pela frente para aproveitar o benefício. Porém, para chegar até lá, não basta só trabalhar muito, também é importante cuidar da saúde. Por isso, preparamos uma lista com as doenças que mais matam os brasileiros e o que fazer para evitá-las.

Infarto e AVC

Segundo o Perfil da Morbimortalidade no Brasil, divulgado pelo Ministério da Saúde, em 2014 ocorreram 360 mil mortes no Brasil de pessoas com idade entre 20 e 59 anos. Entre os homens, causas externas (como acidentes de trânsitos) foram a principal causa de óbitos (cerca de 91,5 mil mortes). Em segundo lugar vieram as mortes por doenças do aparelho circulatório --as mais comuns no país são infarto e AVC (acidente vascular cerebral) --, com 43,6 mil óbitos. E esta também foi a segunda causa de morte entre as mulheres, com 26,2 mil.

Como evitar o infarto e o AVC A prevenção destas e de praticamente todas as outras doenças cardiovasculares passa pelo controle do diabetes, do nível de colesterol e de triglicérides no sangue e da pressão arterial. Para isso, é muito importante manter uma alimentação equilibrada e praticar exercícios físicos regularmente, o que reduz a oxidação de gorduras e evita a formação de placas que podem obstruir os vasos sanguíneos. Também é essencial diminuir o estresse, ter uma boa noite de sono e ficar atento ao histórico familiar, pois a carga genética influencia em problemas cardiovasculares.

Câncer

Neoplastias (tumores) aparecem como a principal causa de morte entre as mulheres com menos de 60 anos (são quase 31,8 mil óbitos por ano). Já entre os homens, o câncer é responsável por aproximadamente 29,8 mil mortes ao ano, e ocupa o terceiro lugar.

Segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer), com exceção do câncer de pele, o câncer mama e o câncer de próstata são os que mais afetam, respectivamente, mulheres e homens no Brasil. E entre os tumores mais letais estão o câncer de pulmão, o câncer de intestino e o câncer de estômago.

Como evitar o câncer A prevenção de boa parte dos cânceres também passa pela manutenção de um estilo de vida saudável. É importante evitar uma vida sedentária e fazer ao menos 150 minutos de atividade física semanal; manter uma dieta equilibrada, com baixo consumo de alimentos processados; não fumar e maneirar na ingestão de bebidas alcoólicas. Também é importante fazer os exames de rotina indicados para sua faixa etária, o que contribui para o diagnóstico precoce de um tumor e maior taxa de sobrevida.

Pneumonia

Doenças do aparelho são a quarta principal causa de morte entre as mulheres com menos de 60 anos (com quase 8 mil óbitos ao ano) --a título de curiosidade, a terceira causa são causas externas (acidentes, assassinato). Já entre os homens, o problema mata quase 13 mil indivíduos por ano.

A pneumonia é a doença mais mortal que ataca o sistema respiratório. Entre as principais causas do problema em pessoas com faixa etária menor que 60 anos é a ação do vírus da gripe e outras doenças e hábitos que prejudicam a imunidade, como beber excessivamente e fumar.

Como evitar a pneumonia Além de manter todos os hábitos saudáveis já explicados nas outras doenças, recomenda-se tomar a vacina contra a gripe e sempre manter as mãos bem higienizadas --para evitar que, ao comer ou coçar o nariz, por exemplo, vírus e bactérias que podem prejudicar o sistema respiratório entrem no organismo. Também é importante evitar a exposição constante a ambientes com ar-condicionado sem manutenção e limpeza adequada, o que facilita a proliferação de germes.

Fontes: Artur Malzyner, doutor em oncologia pela USP (Universidade de São Paulo) e médico do Hospital Israelita Albert Einstein; Carla Andrade, oncologista do Hospital Fundação Câncer; Carlos André Freitas dos Santos, médico geriatra e coordenador do Ambulatório de Envelhecimento Ativo e Promoção à Saúde da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo); César Augusto Pereira Jardim, médico cardiologista do HCor e do Hospital São Luiz Morumbi.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube