menu

Topo

Equilíbrio

Cuidar da mente para uma vida mais harmônica


Por que algumas pessoas sentem atração por imagens de tragédias e crimes?

Diego Padgurschi/UOL
Massacre deixou dez pessoas mortas Imagem: Diego Padgurschi/UOL

Priscila Carvalho

Do UOL VivaBem, em São Paulo

2019-03-14T19:00:09

14/03/2019 19h00

Resumo da notícia

  • Imagens de tragédias costumam gerar curiosidade nas pessoas
  • Ação geralmente é provocada pelo sentimento de comoção com as vítimas
  • Alguns indivíduos também podem sentir prazer ao ver cenas com requintes de crueldades e encarar a morte como um espetáculo

Diversas pessoas viram e compartilharam fotos e vídeos contendo cenas fortes do crime que ocorreu na escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo, na última quarta-feira (14), que terminou com dez mortos. Mas o que será que desperta o interesse e curiosidade das pessoas por imagens de uma tragédia como essa?

Fatos de comoção nacional despertam diferentes sentimentos nas pessoas. Muitas vezes, elas não são capazes de acreditar que aquilo é verdade, que não é possível uma atitude com tantos requintes de crueldade, e a necessidade de aceitar que aquilo é real acaba gerando curiosidade pelas imagens.

O interesse pelas cenas também pode ocorrer devido a sensação de proximidade com as vítimas. De acordo com Elaine Alves, psicóloga do Laboratório de Estudos da Morte do Instituto de psicologia da USP (Universidade de São Paulo), como o crime ocorreu em uma situação cotidiana, que qualquer indivíduo vive todos os dias (ir ou ter um parente na escola), as pessoas tendem a se identificar com o fato e pensar que poderia acontecer com elas.

Então, toda essa empatia e mobilização afetiva pelas vítimas pode acabar gerando um traço negativo: o desejo de ver e compartilhar as imagens da tragédia, até como uma forma de "poder ser parte" e estar por dentro do acontecimento.

Além disso, há pessoas que encaram a morte como um espetáculo, ainda mais em casos que acontecem com requintes de crueldade. Isso aumenta e estimula curiosidade das pessoas. Elas não pensam e já vão passando para frente o vídeo, vira um ciclo.

No entanto, José Brasileiro, psiquiatra da Associação Brasileira de Psiquiatria, alerta que nem todas as pessoas se sentem comovidas com acontecimentos como esses. Há quem sinta também uma espécie de prazer ao ver o sofrimento alheio. Isso pode ser desencadeado por diversos fatores, como genética, questões ambientais e alterações hormonais. Situações de estresse extremo, mesmo que vindas de imagens e vídeos, estimulam a liberação de algumas substâncias no organismo, como cortisol, adrenalina e endorfinas. As últimas estão ligadas à sensação de prazer e fazem você continuar vendo cenas violentas mesmo sem saber a razão.

Casos isolados também despertam curiosidade

Você certamente já deve ficado parado no trânsito por causa de motoristas que diminuem a velocidade devido à curiosidade por um acidente. É o famoso ver para crer: a pessoa precisa conferir e entender o que aconteceu ali, o estado em que ficou o carro e se há alguém morto.

Isso faz parte do ser humano, justamente porque geralmente não aceitamos bem a morte e debater sobre ela às vezes pode ser encarado como tabu, algo feio, politicamente incorreto. "Quando se conversa sobre morte, é comum aparecer alguém pedindo para mudar de assunto. Ou as pessoas gostam muito de falar e ver morte alheia, mas não gostam nada do que as ameacem", finaliza Alves.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube