menu

Topo

No supermercado

Um manual para te ajudar a comprar melhor


No supermercado

Balsâmico, de vinho tinto ou de maçã? Saiba as vantagens de cada um

Marcia Albuquerque/UOL VivaBem
Imagem: Marcia Albuquerque/UOL VivaBem

Priscila Carvalho

Do UOL VivaBem, em São Paulo

2019-03-04T04:00:00

04/03/2019 04h00

Resumo da notícia

  • O vinagre pode ser de maçã, uva ou balsâmico, mas todos possuem antioxidantes e probióticos naturais
  • O balsâmico é o mais concentrado e com mais propriedades saudáveis, mas pode escolher o que você preferir no sabor
  • Mas fique sempre atento: como a embalagem deles é transparente, devem estar armazenados em local seco e sem exposição à luz

O vinagre é um tempero muito usado em saladas, possui poucas calorias (uma colher de sopa tem em média 14 kcal) e conta com diversos antioxidantes, que possuem ação anti-inflamatória. Além disso, também ajuda no equilíbrio da flora intestinal por possuir probióticos naturais.

O condimento é feito a partir da fermentação, que pode ser alcoólica ou acética. Nesta última, ocorre por ações de bactérias, transformando o álcool em ácido acético, o que dá o sabor diferenciado ao vinagre.

Não há restrição no consumo, no entanto, pessoas que sofrem com refluxo ou gastrite devem evitar ingeri-lo de forma exagerada, já que seu pH é baixo (muito ácido).

Nutricionalmente, não existe diferença entre os tipos, o que pode mudar é a concentração de antioxidantes em cada um.

Vinagre de maçã
Ele é um dos mais usados para temperar saladas. O vinagre da fruta é rico em quercetina (um tipo de antioxidante), além de possuir outros polifenóis. Ele ajuda na redução da glicemia e do colesterol e evita inflamações.

Arroz
Usado principalmente para pratos orientais como sushis, ele é rico em compostos fenólicos, substâncias que têm propriedades antioxidantes.

De vinho
O vinagre de vinho braco é elaborado a partir da uva verde, ele é rico em substâncias antioxidantes. Já o tinto é feito a partir da uva roxa, e é rico em antocianinas, e por isso é mais concentrado. A única diferença entre esses tipos de vinagre é que no tinto há mais polifenóis como o resveratrol do que os de uva branca.

Balsâmico
Ele é considerado o mais rico em enzimas e probióticos, já que tem toda a concentração de uva. Ele é produzido por meio de alguns tipos de uvas (lambrusco, trebbiano), que são colhidas quando estão mais doces e maduras, fervidas e armazenadas em barris de madeira.

Se possível, dê preferência aos orgânicos
Embora seja um pouco difícil esse tipo de vinagre em supermercado, o ideal é sempre optar pelos mais puros e que possuam menos conservantes.

Observe as condições de armazenamento
Deve-se atentar se ele está em local seco e sem exposição à luz.

Informações nutricionais

Vinagre de maçã

  • Porção 14,9 gramas (uma colher de sopa)
  • Valor energético: 3 kcal
  • Carboidratos: 0,14 gramas
  • Sódio: 1 miligramas
  • Açúcar: 0,06 gramas

Vinagre balsâmico

  • Porção 14,9 gramas (uma colher de sopa)
  • Valor energético: 14 kcal
  • Carboidratos: 0,14 gramas
  • Proteínas: 0,08 gramas
  • Sódio: 4 miligramas
  • Açúcar: 2,39 gramas
Vinagre de vinho tinto
  • Porção 14,9 gramas (uma colher de sopa)
  • Valor energético: 14 kcal
  • Carboidratos: 0,04 gramas
  • Proteínas: 0,01 gramas
  • Sódio: 1 miligramas

Fontes: Clarissa Hiwatashi Fujiwara, nutricionista do departamento de nutrição da Abeso (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica) e coordenadora de nutrição da Liga de Obesidade Infantil do HC-FMUSP (Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo); Fernanda Maluhy, nutricionista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube

Mais No supermercado