menu

Topo

Tudo sobre Câncer

Sintomas e tratamentos da doença


Tudo sobre Câncer

Mudança no campo magnético inibe crescimento de células de câncer

iStock
Campos magnéticos podem influenciar no desenvolvimento de células, dependendo de sua intensidade Imagem: iStock

Do UOL VivaBem, em São Paulo

2019-02-14T04:00:00

14/02/2019 04h00

Apesar de não ser um ímã, a Terra e seu núcleo produzem um campo magnético que é capaz de manter a atmosfera propícia às espécies que aqui vivem. É possível criar ambientes em que esse campo magnético é mais forte. 

Pesquisadores decidiram manipular este fator para entender como essa mudança influencia no desenvolvimento de células e na cura de machucados. As descobertas apontam para uma nova forma de inibir o crescimento de tumores. 

Primeira parte do estudo

O estudo foi feito com planárias, uma espécie de verme achatado. Esses bichinhos foram escolhidos pois têm um poder de regeneração muito rápido e eficaz. Quando as planárias foram expostas campos magnéticos de 200 microTesla, elas produziram a massa de células, conhecidas como blastemas (que eventualmente se tornam órgãos regenerados) mais lentamente do que vermes em campos de força natural. 

Por outro lado, os campos de 500 microTesla levaram a uma produção mais rápida de blastema. Para comparação, o campo da Terra varia entre 25 e 65 microTesla.

Efeito do campo magnético no câncer

Partindo do princípio que cânceres são células que se proliferam quando não deveriam, os pesquisadores testaram essa manipulação de campo magnético em culturas de células cancerosas. A equipe demonstrou que é possível reduzir o crescimento destes tumores sem interferir nas células saudáveis. 

Tratamentos para o câncer

Câncer é um nome genérico que se refere às doenças em que os tecidos do corpo são invadidos por células que crescem de forma desordenada. Dependendo de qual parte do corpo atinge, o tratamento é mais ou menos complexo.

Atualmente, os médicos podem optar por algumas formas de combater o câncer: 

  • Cirurgia de retirada das células danificadas 
  • Radioterapia, que tenta inibir o crescimento do câncer com radiação
  • Quimioterapia, que funciona como um remédio para tentar destruir as células cancerígenas
  • Hormonioterapia, com o objetivo de impedir que estas células cresçam
  • Imunoterapia, que usa a própria defesa do corpo para combater o câncer

Os esforços dos cientistas são para encontrar uma cura definitiva e tratamentos menos invasivos.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube

Errata: o texto foi atualizado
O estudo foi feito em animais vivos, diferente do que o texto dava a entender anteriormente com a frase: "O estudo, no entanto, ainda não aplicou os testes a animais vivos". Essa parte foi retirada.