Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Já voltou a reclamar do verão? Saiba lidar com problemas gerados pelo calor

Istock
A temperatura elevada pode gerar problemas como dor de cabeça, inchaço, assadura, tontura... Imagem: Istock

Priscila Carvalho

Do Uol VivaBem, em São Paulo

2019-02-11T04:00:00

11/02/2019 04h00

Após dar uma trégua durante alguns dias em algumas cidades do país, o calor voltou com tudo e algumas pessoas já começam a ficar irritadas novamente com o verão. Não é por menos. Além de provocar um estresse no organismo, a alta temperatura pode contribuir para o surgimento de diversos outros problemas, que vão desde tontura até assaduras e inchaço nos pés. 

A seguir, mostramos como lidar com alguns perrengues trazidos pelo calorão. 

Tontura

O mal-estar acontece principalmente pela desidratação no organismo. No calor, nosso organismo "elimina" mais água em formato de suor, na tentativa de controlar a temperatura corporal. Se o líquido não é reposto adequadamente, há uma diminuição do volume de sangue e oxigenação no cérebro, provocando aquela sensação de cabeça rodando. 

Por isso, é importantíssimo não descuidar da hidratação. A quantidade de água que uma pessoa deve beber varia muito, pois depende da atividade física, quantidade de suor, alimentação... Mas, geralmente, tomar entre dois e três litros por dia é o suficiente. A sede e a cor do xixi são bons indicadores de que você precisa ingerir água. Se a urina estiver muito escura, pode indicar que o corpo está ficando desidratado. 

Pés e mãos inchados

A vasodilatação (aumento do diâmetro dos vasos sanguíneos) é uma das estratégias usadas pelo corpo para dissipar o calor do organismo. Mas a dilatação das veias pode prejudicar a circulação em algumas partes do corpo, especialmente nas extremidades, pois falta pressão para o retorno do sangue. Isso gera inchaço.

O ideal é fazer manobras mecânicas para que a circulação volte ao normal. Deixe os pés elevados acima do nível do coração por cerca de 15 minutos todos os dias. Trabalha sentado? Não se esqueça de ficar em pé e caminhar um pouco de tempos. A cada uma hora, pelo menos, vá pegar um copo d'água, ao banheiro e saia para andar um pouco. A atividade física estimula a circulação do sangue e a deixar os membros inferiores menos inchados. Já com as mãos é importante mexer a musculatura com movimentos de abrir e fechar. Com isso é possível irrigar sangue para a região e diminuir o inchaço. 

Dor de cabeça

O calor pode ser um gatilho para potencializar as dores na região, principalmente em quem já sofre com enxaqueca. O incômodo geralmente acontece como consequência da desidratação. Então, não se esqueça de beber muita água, água de coco e sucos para repor o líquido perdido pelo organismo.

Assaduras

Elas tendem a aparecer em regiões como pescoço, virilha e axilas. Ocorrem por causa do hiperaquecimento, suor e atrito na pele, provocando aquela sensação de ardência e machucado. Para evitar o problema, o ideal é evitar a fricção na pele, usando roupas leves e pomadas antiassaduras, que lubrificam e criam uma barreira de proteção. Também procure não ficar exposto ao sol por muitas horas.

Brotoejas

Com a alta temperatura é muito comum lavarmos a pele mais vezes durante o dia. E muitos sabonetes promovem o ressecamento da derme, o que predispõe ao surgimento de inflamações e brotoejas. Outro fator que contribui para o aparecimento das bolinhas é a transpiração excessiva que, muitas vezes, promove a obstrução e pode gerar inflamação das glândulas de suor. Para evitar o aparecimento frequente, use cremes hidrantes, mantenha a pele seca e use roupas leves, que facilitam a evaporação do suor. 

Fontes: Fábio Gomes, clínico geral e cardiologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz; Luis Fernando Correia, clínico geral do Hospital Samaritano do Rio de Janeiro; Caio Lamunier, dermatologista do Hospital das Clínicas de São Paulo e especialista em melanoma pelo ICESP - Instituto do Câncer do Estado de São Paulo. 

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube