menu

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Fani perdeu 28 kg para vencer síndrome metabólica; entenda riscos da doença

Ricardo Borges/ UOL
Imagem: Ricardo Borges/ UOL

Do UOL VivaBem, em São Paulo

2019-02-10T12:13:20

10/02/2019 12h13

Muitos acompanharam o processo de perda de peso da ex-BBB Fani Pacheco nos últimos anos, mas o que nem todos sabem é que a mudança não foi motivada pela infelicidade com o corpo, mas sim por motivos de saúde.

Em entrevista especial ao UOL VivaBem, Fani contou que estava no auge da aceitação com o próprio corpo vestindo 44 e pesando 86 kg, mas teve uma surpresa desagradável ao fazer exames: "Descobri que tinha síndrome metabólica. Podia ficar diabética a qualquer segundo".

A sindrome metabólica é caracterizada por um conjunto de condições que aumenta o risco de doenças cardíacas, acidente vascular cerebral e diabetes

De acordo Paola Machado*, educadora física especializada em nutrição pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), o problema geralmente acontece quando há ganho excessivo de peso, já que está relacionado à obesidade, falta de exercício físico e má alimentação, mas é mais comum em quem tem histórico familiar de diabetes ou hipoglicemia.

O quadro tem como base a resistência à ação da insulina o que obriga o pâncreas a produzir mais esse hormônio, e apresenta um conjunto de alterações comuns:

? Obesidade

A síndrome aparece para quem está acima do peso, e circunferências abdominais maiores do que 87 cm em mulheres, e 107cm em homens, são preocupantes.

? Hipertensão

Ocorre quando a pressão arterial está constamente acima do normal. É considerada alta quando está acima de 130 x85 mmHg (o popular 13 por 8)

? Colesterol bom alterado

Exame de sangue que indica níveis baixos de colesterol bom (HDL) também é um alerta.

? Glicemia alta

Caracterizada pela concentração de glicose (açúcar) no sangue, pessoas com glicemia alta apresentam maiores chances de diabetes.

? Triglicérides elevado

Se a gordura presente no sangue estiver acima do normal, há maior risco de doenças do coração.

Tratamento

Com pavor da doença, Fani fez tratamento com remédios, dieta e atividade física e conseguiu voltar à forma física da época em que estava no reality show: 65 kg.

Os especialistas indicam que uma vida saudável é a melhor forma de combater o problema. Manter uma dieta balanceada e praticar atividades físicas desacelera os fatores de risco e acaba com a síndrome metabólica. Dependendo da gravidade do caso, os médicos também podem receitar remédios para controlar o colesterol, glicemia, triglicérides e hipertensão.

*Consultada em reportagem publicada em 29/05/2018

"Não quero ficar doente. Essa foi minha motivação para emagrecer"

VivaBem

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube