menu

Topo

Alimentação

Ideias e informações para você comer melhor


Alimentação

Duplas imbatíveis: alimentos que se complementam, como o arroz com feijão

Istock
Existem combinações de alimentos que melhoram a função de seus nutrientes Imagem: Istock

Samantha Cerquetani

Colaboração para o UOL VivaBem

07/02/2019 04h00

Alguns alimentos proporcionam mais benefícios ao organismo quando são consumidos juntos. É o que os especialistas chamam de sinergia alimentar, quando os nutrientes atuam em conjunto, proporcionando um maior benefício do que se cada alimento atuasse isoladamente.

Essa interação de nutrientes melhora a capacidade do organismo de utilizá-los, o que contribui para prevenir doenças crônicas como diabetes e obesidade. Um exemplo clássico e bem conhecido é o arroz e feijão, o primeiro item da lista. Mas além deles, existem outras duplas que vale a pena conhecer e listamos a seguir:

Arroz e feijão

iStock
Imagem: iStock

Quando consumida em quantidade adequada, a famosa combinação de arroz com feijão fornece todas as necessidades de nutrientes do organismo. A começar pelas proteínas: ambos são ricos em aminoácidos e o que falta em um, sobra no outro: enquanto o grão é rico em metionina, a leguminosa possui a lisina.

Além disso, o arroz, principalmente integral, possui fibras e vitaminas do complexo B. Já o feijão possui ferro, cobre, magnésio, zinco, fósforo, cálcio e potássio.

Leite com banana

iStock
Imagem: iStock

Além de ser uma vitamina saborosa, a junção do leite com a banana garante mais disposição e energia para começar o dia. A fruta é rica em fibras e vitaminas, já a bebida possui cálcio e potássio. Juntos, eles promovem a liberação de uma substância conhecida como serotonina, responsável pelo bom humor.

Além disso, as bananas contêm inulina, que é uma fibra solúvel de origem vegetal. Esta fibra quando combinada com o leite ou derivados pode estimular a proliferação de uma microbiota intestinal mais saudável. Dessa forma, a combinação desses alimentos melhora o funcionamento do intestino.

Laranja e cenoura

iStock
Imagem: iStock

A vitamina C da laranja e cenoura ajuda a eliminar das células os radicais livres, diminuindo o risco de ataque cardíaco, derrames e alguns tipos de câncer. Juntas, elas também diminuem o envelhecimento precoce e aumentam a imunidade. Outros benefícios da combinação são baixar o colesterol ruim e retardar a absorção do açúcar no organismo. Conseguem também controlar a fome e aumentar a saciedade.

Brócolis e tomate

iStock
Imagem: iStock

O licopeno do tomate quando combinado aos antioxidantes do brócolis potencializa as propriedades anticancerígenas de ambos. Uma pesquisa realizada em ratos mostra que essa combinação previne o câncer de próstata. Mas ainda são necessários estudos em seres humanos para comprovar esse benefício.

Chocolate e vinho tinto

iStock
Imagem: iStock

Tomar uma taça de vinho tinto acompanhada de um pedaço de chocolate ajuda a manter a pele mais jovem. Isso ocorre porque os alimentos atuam no rejuvenescimento de células. Ambos possuem flavonoides que têm efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios, que atuam na pele.

Laranja e feijoada

iStock
Imagem: iStock

Você já reparou que a laranja costuma acompanhar a feijoada? Essa junção do ferro do feijão com a vitamina C da laranja proporciona diversos benefícios para a saúde. O consumo da vitamina C aumenta o aproveitamento do ferro não-heme, que é aquele presente em vegetais e leguminosas e costuma ser menos biodiponível --e encontrado também na couve. Por isso, essa combinação contribui bastante na luta contra a anemia, que ocorre quando o teor de hemoglobina e o volume de glóbulos vermelhos do sangue se encontram abaixo do normal. Além disso, a laranja ajuda na digestão das carnes gordas da feijoada.

Azeite e tomate

iStock
Imagem: iStock

Cozinhar o tomate com azeite extravirgem é uma ótima opção para ampliar os benefícios do primeiro. Com baixas calorias e alto teor de fibras, os tomates são fonte de carotenóides, que possuem propriedades antioxidantes e reforçam a imunidade. O principal deles é o licopeno, que elimina os radicais livres nocivos do organismo, evita tumores como o câncer de pulmão, câncer de mama e câncer de próstata. Ao cozinhar o tomate com uma fonte de gorduras insaturadas, como o azeite de oliva extravirgem, os benefícios do alimento são potencializados e o organismo consegue absorver melhor as substâncias.

Abacaxi e carne

iStock
Imagem: iStock

É bastante comum consumir o abacaxi após um churrasco ou até mesmo grelhá-lo junto com a carne. A fruta contém uma substância chamada bromelina, que estimula os efeitos das enzimas digestivas tripsina e pepsina e ajuda na digestão da carne, que é um alimento mais difícil de ser metabolizado.

Peixe e vinho

iStock
Imagem: iStock

Uma substância da uva (resveratrol) pode melhorar a absorção do ômega 3 dos peixes. A uva é rica em polifenóis, que também intensificam a absorção do ômega 3, ácido graxo presente em peixes de água fria, como o salmão. Assim, a combinação dos alimentos previne problemas cerebrais e cardíacos. 

Salada com limão

iStock
Imagem: iStock

O limão, além de ser uma boa opção de tempero por reduzir a necessidade do sal, é fonte de vitamina C. Tal nutriente auxilia na absorção do ferro presente em alimentos de origem vegetal contidos na refeição, como folhas verdes escuras em geral, beterraba e leguminosas.

Fontes: Luciana Neves, nutricionista e coordenadora do departamento de Nutrição dos Hospitais Samaritano e Vitória, na Barra da Tijuca (RJ); Andreia Guarnieri, nutróloga do Hospital Santa Cruz; e Marcela Taleb Haddad, nutricionista do Núcleo de Medicina Avançada do Hospital Sírio-Libanês. 

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube