menu

Topo

Alimentação

Ideias e informações para você comer melhor


Alimentação

Cinco razões para dar uma chance ao leite vegetal

iStock
Leites vegetais possuem características nutricionais diferentes entre si Imagem: iStock

Marcelle Souza

Colaboração para o UOL VivaBem

2019-01-22T04:00:00

22/01/2019 04h00

Nos últimos tempos, ficou mais fácil encontrar no mercado marcas de bebidas produzidas a partir de castanhas, arroz, amêndoas ou soja, por exemplo. Popularmente conhecidos como leites vegetais, é preciso dizer que eles são bem diferentes entre si --o que vale não só para o sabor, mas também para a tabela nutricional

Se você ainda tem dúvidas se vale a pena abrir um espacinho na sua alimentação para esses itens, saiba eles podem ser aliadas no controle da saciedade, ajudar no emagrecimento e ser boas fontes de energia.

Para ajudar a sua escolha, o UOL VivaBem lista a seguir uma série de motivos para você deixar a desconfiança de lado e experimentar o leite vegetal. As informações são das nutricionistas Alessandra Luglio e Natália Utikava. 

1. Tem para todos os gostos

iStock
Imagem: iStock

Costuma-se chamar de leite vegetal uma série de bebidas produzidas a partir de diferentes ingredientes, como soja, cereais ou castanhas. Isso significa não só que há muitas opções quando se trata de sabor, mas também que eles são distintos sob o ponto de vista nutricional

Por exemplo, bebidas à base de sementes oleaginosas (como os de amêndoas, castanhas, gergelim, girassol) costumam ter mais gorduras insaturadas, que são boas para o nosso organismo. Já os leites de cereais (como os de aveia, arroz e quinoa) contêm maior teor de carboidratos, enquanto os de soja são ricos em proteínas.

Algumas versões industrializadas são suplementadas com cálcio e outros nutrientes. Nesse caso, os especialistas destacam que é melhor escolher as versões sem adição de açúcar e com menos substâncias sintéticas (normalmente identificados por nomes estranhos na lista de ingredientes do produto), como corantes, aromatizantes e conservantes artificiais. 

2. Ajuda no controle do apetite

As bebidas à base de oleaginosas, como os leites de castanhas e sementes, possuem maior quantidade de gorduras insaturadas, que são gorduras saudáveis, importantes para a manutenção da saúde cardiovascular e cerebral

Elas ainda fazem com que esse tipo de bebida seja digerido mais lentamente do que as versões de soja e de cereais, o que aumenta a sensação de saciedade e, consequentemente, ajuda no controle do apetite entre as refeições.

Mas fica o alerta: como são mais calóricos, os leites de castanhas devem ser ingeridos com moderação por quem está em busca de emagrecimento

3. Tem boa quantidade de proteínas

Getty Images
Imagem: Getty Images

Entre as bebidas vegetais, a de soja é a que possui maior teor proteínas. O leite de soja possui 5,3 g de proteínas em 200 ml de bebida --para comparar, o leite tradicional possui 6,4 g na mesma quantidade

As proteínas são essenciais para a construção e manutenção de músculos e tecidos, e são grandes aliadas no processo de emagrecimento, já que o corpo precisa fazer um esforço maior para processar esse tipo de nutriente. Vale destacar que o leite de soja é pobre em gorduras e costuma ter menos calorias do que outras bebidas vegetais

4. É uma boa fonte energética

iStock
Imagem: iStock

As bebidas de arroz e de aveia são ricas em carboidratos, que são o principal combustível para as atividades essenciais do nosso organismo. Comparado ao leite integral de vaca, o de cereais tem o dobro de carboidratos (20 g a cada 200 ml). Ele também sai na frente em relação a outras bebidas vegetais disponíveis no mercado, como a de castanhas (3,7 g) e a de soja (4,9 g). 

Por serem ricas nesse nutriente, no entanto, as bebidas de arroz e aveia devem ser evitados por pessoas que seguem dietas com baixa ingestão de carboidratos

5. É bem versátil na cozinha

iStock
Imagem: iStock

De modo geral, as bebidas vegetais podem substituir o leite de vaca em várias receitas culinárias, sem prejuízos para o sabor e a textura. No entanto, é preciso saber que há especificidades dependendo da matéria-prima que é feita a bebida. 

A nutricionista Natália Utikava explica que as bebidas à base de arroz, aveia ou quinoa têm mais amido e, quando aquecidas tendem a gelatinizar, deixando o preparo com consistência parecida à de um mingau. Outra dica interessante é que as bebidas à base de sementes oleaginosas e de coco, por apresentarem mais gordura, podem substituir preparações que levariam creme de leite.

Fontes: Alessandra Luglio, nutricionista e coordenadora do departamento de Saúde e Nutrição da SVB (Sociedade Vegetariana Brasileira); Natália Utikava, nutricionista e mestre em ciências pelo programa de Nutrição em Saúde Pública da USP (Universidade de São Paulo). 

VivaBem no Verão

O UOL VivaBem está no litoral paulista com o VivaBem no Verão. Um espaço com atividades para você se exercitar, mas também curtir e relaxar na entrada da Riviera de São Lourenço. Venha nos visitar!

Data: até dia 03 de fevereiro de 2019, de quinta a domingo 
Horário: das 16h às 00h
Endereço: Avenida da Riviera, ao lado do shopping, na praia de Riviera de São Lourenço
Entrada: gratuita

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube