menu

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Beijar o bebê causa herpes ou outras doenças? Entenda os riscos

Reprodução do Facebook
A mãe de Gustavo alertou que as pessoas não devem beijar recém-nascidos, pois isso pode provocar doenças nos bebês Imagem: Reprodução do Facebook

Priscila Carvalho

Do UOL VivaBem, em São Paulo

09/01/2019 20h14

No início da semana, a manicure Rafaela Moreira postou uma foto que viralizou nas redes sociais de seu filho Gustavo. O bebê estava cheio de bolinhas no rosto e a mãe fez um alerta ressaltando a importância de adultos não beijarem os recém-nascidos. O cuidado também estava presente na lista de recomendações que a apresentadora Sabrina Sato para as pessoas que fossem visitar a filha Zoe. Mas será que isso realmente é necessário para proteger os bebês de doenças ou é paranoia dos pais? 

Segundo Mariane Franco, presidente do Departamento Científico de Pediatria Ambulatorial da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria), a preocupação tem fundamento. "É muito comum a família beijar a boca do bebê e as mãozinhas. Isso é totalmente equivocado e deve ser evitado, pois é uma porta de entrada para doenças graves, como herpes, impetigo ou acne neonatal", alerta Franco. 

O toque pode ser feito em outras partes do corpo, como testa, pés e barriga. Franco ressalta ainda que os pais só devem sair com os filhos na rua após 60 dias, quando estiverem com as primeiras vacinas em dia. 

Nessa fase da vida é importante evitar lugares aglomerados, pois a criança ainda está adquirindo imunidade e fica suscetível a pegar infecções. Além desses cuidados, é muito importante higienizar as mãos antes de encostar no bebê. Por meio delas é possível transmitir diversas doenças. 

"Não é errado ou indelicado pedir que algum parente lave as mãos com sabão ou passe álcool em gel antes de pegar a criança", explica Francisco Ivanildo de Oliveira Junior, infectologista e gerente do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar do Sabará. "Parece uma exigência chata, mas muitas doenças são transmitidas pelo contato e, se não forem cuidadas de forma rápida, podem levar ao óbito."

Outro agravante é o contato com pessoas que tiveram algum tipo de gripe ou resfriado nos últimos dias. O ideal é evitar qualquer tipo de visita, tanto na maternidade quanto em casa, se você estiver com essas doenças ou permaneceu com alguém que estava com o problema.

Indivíduos que entraram em contato com pessoas gripadas podem estar infectados e demorar até dois dias para desenvolver sintomas relacionados à doença. Na dúvida, evite qualquer contato com crianças que têm menos de 30 dias de vida. 

VivaBem no Verão

O UOL VivaBem está no litoral paulista com o VivaBem no Verão. Um espaço com atividades para você se exercitar, mas também curtir e relaxar na entrada da Riviera de São Lourenço. Venha nos visitar!

Data: do dia 27 de dezembro de 2018 ao dia 03 de fevereiro de 2019, de quinta a domingo 
Horário: das 16h às 00h
Endereço: Avenida da Riviera, ao lado do shopping, na praia de Riviera de São Lourenço
Entrada: gratuita

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube