menu

Topo

Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito


Estar namorando ou solteiro afeta a frequência que você se exercita

iStock
O estado civil pode mudar o pique para se movimentar Imagem: iStock

Do UOL VivaBem, em São Paulo

26/12/2018 20h12

Ninguém gosta de terminar um relacionamento. Mesmo que você não queira estar mais com a outra pessoa é sempre um momento delicado e a rotina acaba mudando por completo. Pensando nisso, um grupo de cientistas quis avaliar qual o impacto de um término no nível de atividade física de homens e mulheres. Quem acabou de se separar fica com preguiça em casa ou parte para academia?

Para descobrir, os pesquisadores acompanharam por quatro anos (de 2007 a 2011) voluntários de ambos os sexos que precisavam dar dados de seus relacionamentos e movimentos. Os resultados da análise foram publicados no periódico científico Scandinavian Journal of Public Health

As informações mostraram que homens que tinham se divorciado recentemente registraram menos passos que homens em relacionamentos estáveis. Além disso, os números provaram que mulheres que estavam em um namoro ou descobriram um novo amor tinham queda no número total de passos, mas mulheres solteiras registraram aumento de atividade física

Resumindo: Mulheres solteiras tendem a se exercitar mais, enquanto homens que terminam o namoro ficam mais sedentários. Aparentemente, uns preferem suar para esquecer e outros ficam na preguiça curtindo a fossa. 

O estudo também analisou a influência da posição socioeconômica dos participantes, e revelou um aumento significativo nos passos de homens e mulheres em classes sociais mais altas. Com isso, os cientistas concluíram que a classe social afeta diretamente a qualidade de vida e hábitos das pessoas, e pretendem aumentar a divulgação da importância do exercício físico na rotina independentemente de você usar aliança ou não. 

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube