menu

Topo

Alimentação

Ideias e informações para você comer melhor


Alimentação

Vegetais verdes, como alface e espinafre, previnem gordura no fígado

iStock
Imagem: iStock

Do UOL VivaBem, em São Paulo

2018-12-20T12:18:06

20/12/2018 12h18

Uma nova pesquisa descobriu que um composto presente em vegetais verdes, como alface, salsão, espinafre e rúcula, ajuda a prevenir a doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA) em camundongos. A condição é causada pelo acúmulo de gordura no fígado em pessoas que bebem pouca ou nenhuma bebida alcoólica.

O estudo, publicado no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences na segunda-feira (17), é uma esperança para quem sofre do problema, já que atualmente não existem tratamentos aprovados para a esteatose hepática, tanto para a causada pelo consumo excessivo e crônico de bebidas alcoólicas quanto para a DHGNA.

Atualmente, os profissionais de saúde recomendam perder peso, fazer escolhas alimentares saudáveis e mais atividade física para reduzir a gordura no fígado. O novo estudo, entretanto, mostra que o nitrato inorgânico --um composto presente em vegetais verdes-- também pode reduzir o acúmulo de gordura no fígado.

Os cientistas estudaram os efeitos da suplementação desse nitrato com uma dieta ocidental rica em gordura e açúcar elevado em camundongos. Eles dividiram os ratos em três grupos e alimentaram cada um deles com uma dieta diferente. O grupo de controle recebeu uma alimentação simples, o segundo grupo recebeu uma dieta com alto teor de gordura e o terceiro também recebeu uma dieta com bastante gordura, mas com suplemento de nitrato.

Como esperado, os ratos no grupo de dieta rica em gordura ganharam peso e massa gorda e aumentaram os níveis de açúcar no sangue. No entanto, todos esses marcadores foram significativamente menores no grupo que também recebeu o nitrato. Além disso, o terceiro grupo também teve menor proporção de gordura no fígado, ao ser comparado com o segundo.

Os animais que receberam o suplemento do composto ainda tinham pressão arterial mais baixa e melhor sensibilidade à insulina do que aqueles que seguiram uma dieta rica em gordura, mas sem nitrato.

Pesquisas anteriores, os investigadores explicam, mostraram que o nitrato na dieta aumenta o metabolismo celular. Além disso, vegetais de folhas verdes podem proteger contra condições metabólicas, como diabetes tipo 2. Os cientistas também sabem que níveis mais altos de frutas e vegetais têm um efeito positivo na função cardiovascular.

"Nós pensamos que essas doenças estão ligadas por mecanismos semelhantes, nos quais o estresse oxidativo provoca a sinalização de óxido nítrico comprometida, que têm um impacto negativo sobre as funções cardiometabólicas", diz Mattias Carlström, um dos autores do estudo.

O pesquisador ainda afirma que a comunidade médica ainda não sabe exatamente quais compostos tornam as folhas verdes tão saudáveis. Mas a chave talvez esteja no nitrato.

"Agora queremos conduzir estudos clínicos para investigar o valor terapêutico da suplementação de nitrato para reduzir o risco de esteatose hepática. Os resultados mostram que estamos próximos de novas abordagens farmacológicas e nutricionais", conta Carlström. Enquanto isso, a equipe aconselha as pessoas a consumirem mais vegetais verdes.

"Não é preciso grandes quantidades para obter os efeitos protetores que observamos --apenas cerca de 200 gramas por dia", diz o cientista. "Infelizmente, muitas pessoas optam por não comer vegetais suficientes nos dias de hoje", acrescenta.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube