menu

Topo

Equilíbrio

Cuidar da mente para uma vida mais harmônica


Palavra cruzada ajuda a mente se feita durante a vida, e não só na velhice

iStock
Os benefícios das palavras cruzadas continuam desafiando a ciência Imagem: iStock

Do UOL VivaBem, em São Paulo

12/12/2018 10h35

Resolver jogos como quebra-cabeça, sudoku ou palavras cruzadas só beneficiam a mente se forem feitos por toda a vida adulta, e não somente na velhice, de acordo com um estudo publicado no periódico BMJ na segunda-feira (10).

Para chegarem a essa conclusão, os pesquisadores analisaram os dados de 498 pessoas, todas nascidas em 1936. Quando os voluntários tinham 11 anos, fizeram um teste de inteligência. O mesmo teste foi realizado novamente quando os participantes já tinham 64 anos.

Exames adicionais de memória e velocidade de processamento mental também foram feitos, assim como outros meios de mensurar a função cognitiva.

Após analisarem os resultados, os cientistas descobriram que se feitas somente na velhice, atividades de resolução de problemas não impactaram no declínio mental relacionado à idade. No entanto, quem fez esse tipo de atividade durante a vida adulta teve melhores habilidades cognitivas ao longo da vida.

Segundo os pesquisadores, as pessoas que gostavam de resolver palavras cruzadas, quebra-cabeças e sudoku tiveram melhores habilidades mentais na velhice.

"Estes resultados indicam que o envolvimento na resolução de problemas não protege o indivíduo do declínio, mas faz com que essa deficiência cognitiva demore mais para se tornar significativa", escrevem os autores.

Os pesquisadores observam que o estudo foi observacional, por é preciso ser cauteloso quando se trata de inferir uma relação de causa e efeito. De acordo com eles, outros fatores além da solução regular de problemas, como a personalidade de um indivíduo, podem contribuir para melhorar suas habilidades cognitivas durante a vida.

Entretanto, apesar de mais estudos serem necessários para investigar essas questões não respondidas, os autores enfatizam o quanto é importante que as pessoas se mantenham curiosas e continuem treinando seus cérebros por meio de atividades desafiadoras.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube