menu
Topo

Equilíbrio

Cuidar da mente para uma vida mais harmônica

Supera, Neymar! Craque devia excluir Marquezine das redes, dizem psicólogos

Justin Setterfield/Getty Images
Neymar, durante jogo entre PSG e Napoli Imagem: Justin Setterfield/Getty Images

Gabriela Ingrid

Do UOL VivaBem, em São Paulo

29/11/2018 17h00

Você já teve ciúme de um ex-namorado? O último a cair nessa cilada foi Neymar, que parece não ter gostado de saber que Luan Santana já ficou com Bruna Marquezine e parou de seguir o cantor no Instagram.

O craque, óbvio, não foi o único. Sentir ciúmes é muito comum, mas quando se trata de um ex, não é nada normal. O problema tem a ver com insegurança, com o medo de perder a pessoa para um terceiro. Quando o casal já não está mais junto, portanto, não faz sentido se sentir inseguro.

VEJA TAMBÉM

De acordo com os especialistas ouvidos pelo UOL VivaBem, se você tem ciúme de alguém que nem está mais junto significa que talvez ainda não tenha superado o fim daquela relação e queira estar no lugar do terceiro, que provavelmente está com o ex-crush. Isso só demonstra que o relacionamento ainda está mal-resolvido e que você ainda não se conforma de que o antigo par possa estar com outra pessoa. Pode haver mil razões, mas todas indicam apenas um fato: que você ainda não superou o término.

O que fazer nesse caso? Bloqueie geral. Exclua o ex, o atual do ex, os amigos do ex, todo mundo que possa impedi-lo de esquecer a relação. Enquanto você não resolver a sua insegurança, é melhor se afastar dos gatilhos que possam fazer mal a você e ao seu antigo parceiro. Somente quando a relação se tornar algo saudável e amigável, é indicado voltar a ter todo mundo nas redes de novo. Quer fazer o teste? Abra o perfil do ex no Instagram e veja ele com a atual. Se você não sentiu nem um pouquinho de ciúme, pronto, você está bem para ser amigo dele e a relação de vocês evoluiu --olha que bonito -- para uma amizade.

É bom lembrar que insegurança se trata na terapia. É preciso entender porque você não se acha bom o suficiente, porque acredita que será sempre trocado por alguém, que não é interessante. Isso pode ter razões profundas que estão escondidas dentro de você e um psicólogo pode ajuda-lo a resolvê-las.

Além disso, investir em você mesmo é uma ótima pedida. Você, como indivíduo, deve continuar sendo responsável por sua felicidade. Nenhum homem ou mulher pode ter essa responsabilidade. Lembre-se sempre que a sua primeira grande paixão tem que ser por você mesmo. Tire um tempo para você, faça um curso, pratique atividades físicas, leia um livro, saia com seus amigos. Preencha o tempo com algo de que você goste e se coloque em primeiro lugar na fila.

Terminar com respeito ao ex e a si mesmo é renovador. Então, Neymar, você tem total razão em excluir o Luan Santana, mas talvez parar de seguir a Bruna também ajude. Força!

Fontes: Marina Vasconcellos, psicóloga pela PUC-SP e terapeuta familiar e de casal pela Unifesp Cristiane M. Maluf Martin, psicanalista, psicóloga clínica e terapeuta de casais; Marcia Dolores, psicóloga e diretora do Instituto de Thalentos; Rita Calegari, psicóloga da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, consultadas em matéria do dia 21/02/18.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube