Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Câncer de próstata: 49% dos homens nunca realizaram o exame de toque retal

iStock
24% não gosta do exame ou acha pouco ?másculo? Imagem: iStock

Do VivaBem

2018-08-04T16:45:56

04/08/2018 16h45

Apesar de ser o segundo câncer mais comum entre os homens brasileiros, o tumor na próstata ainda é encarado como um tabu entre as pessoas. A Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), em parceria com a Bayer, realizou uma pesquisa sobre a percepção masculina em torno da saúde, prevenção e longevidade e descobriu que 49% dos homens nunca realizaram o exame de toque retal, importante para a detecção do câncer de próstata.

A pesquisa, divulgada na quarta-feira (1), foi realizada com 2.400 homens acima dos 45 anos e concluiu que os voluntários também associam o câncer com a chegada da idade: para quase 70%, as chances de apresentar o quadro aumentam com o passar dos anos. O medo de ter a doença assombra 64% deles.

Veja também:

“O câncer de próstata é o tipo de câncer mais comum na população masculina (excluindo-se o câncer de pele tipo não-melanoma). O diagnóstico é simples e o tratamento tem boas perspectivas. Quanto antes identificar a doença e iniciar a terapia indicada, mais chances de recuperação e manutenção da qualidade de vida”, diz Fabio Schutz, coordenador médico da oncologia clínica do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Dos quase 50% que nunca realizaram o exame preventivo, 26% afirmam que não o fizeram porque o médico nunca pediu, 24% porque não gosta ou acha pouco “másculo”, 22% porque não tem sintomas ou idade para realizar, 15% considera o exame de sangue suficiente e 13% não considera o exame necessário.

O que é a doença?

Durante a fase de crescimento da próstata e consequentemente de multiplicação celular, uma única célula cancerígena pode surgir, se proliferando e ocupando o espaço das células saudáveis. Se não controlado, o câncer pode sair da próstata e se espalhar para outras partes do corpo. Quando falamos em cuidados da próstata, o homem deve começar a se preocupar aos 50 anos (ou aos 45 anos para quem tem histórico familiar).

Como evitar?

O câncer de próstata atinge 1 em cada 8 homens. Como o tumor sempre é assintomático no início, o check-up regular se torna necessário para identificar a doença. A vantagem da identificação precoce é a maior chance de cura.

Os exames que devem ser feitos pelo menos uma vez por ano após os 50 anos são a dosagem do PSA no sangue e o exame de toque retal. O PSA é uma proteína produzida exclusivamente pela próstata e que tem seus valores de normalidade. Quando seus níveis estão altos, há suspeita de doença na próstata.

Já no exame de toque prostático, o médico examina a próstata do paciente por meio do toque no ânus. A ideia é a mesma da mamografia, que tem o intuito de detectar nódulos e endurecimento. Esse exame é muito rápido e leva de 7 a 10 segundos.

Apesar de muitos homens se sentirem constrangidos antes do exame e terem preocupação com a dor, o exame não é tão desconfortável como acham. É importante lembrar que não dá para confiar somente no PSA para detectar o câncer. Eles são exames complementares.

Quais os sinais e sintomas da doença?

O tumor de próstata é traiçoeiro e silencioso. Ele não tem sintoma. Muitos homens se apegam ao fato de ter algum problema na urina ou na ejaculação, mas ele pode ter um tumor avançado e não ter sintoma nenhum.