menu

Topo

Tudo sobre Hipertensão

Sintomas e tratamentos da doença


Tudo sobre Hipertensão

Homens que bebem compulsivamente têm pressão e colesterol mais altos

Getty Images
Homens que tomar mais de cinco doses de álcool em um dia têm pressão arterial maior do que quem não exagera na bebida Imagem: Getty Images

Do VivaBem, em São Paulo

2018-07-21T12:16:13

21/07/2018 12h16

A pressão alta e o nível de colesterol elevado estão entre as três doenças crônicas mais comuns do Brasil, segundo o Ministério da Saúde. Esses problemas aumentam o risco de problemas cardiovasculares --principal causa de morte no mundo -- e geralmente são provocados por fatores que podem ser evitados, como sedentarismo, má alimentação, estresse, falta de sono adequado etc.

Um novo estudo publicado no Journal of The American Heart Association descobriu que um outro hábito ruim pode elevar sua pressão e seu colesterol: o consumo exagerado de álcool.

Veja também:

Na pesquisa, foram avaliados 4.710 pessoas com idade entre 18 e 45 anos --faixa etária em que é mais comum beber sem moderação. Os cientistas consideram como ingestão compulsiva de álcool tomar mais de quatro (mulheres) ou cinco (homens) doses em um único dia. Depois, os voluntários foram divididos em três grupos. Os que não bebem compulsivamente; os que tiveram de 1 a 12 episódios de compulsão alcoólica em um ano; e os que tiveram mais de 12 episódios de compulsão em um ano. 

Os homens que beberam compulsivamente mais de 12 vezes no ano apresentaram uma pressão sistólica média de 121,08 mm HG --valor que já é considerado pré-hipertensão arterial. A pressão sistólica de quem teve menos de 1 a 12 episódios de compulsão foi de 119 mm HG; e a dos que não bebem compulsivamente, 117, 5 mm HG. As mulheres dos três grupos não apresentaram diferenças significativas e estavam com a pressão sistólica normal, que deve ser de até 120 mm HG.

A taxa de colesterol total de bebedores compulsivos também foi maior: 217 mg/dl nos homens que exageraram nos drinques de 1 a 12 vezes no ano; 215 mg/dl nos que beberam compulsivamente mais de 12 vezes; e 207,8 mg/dl nos que não têm compulsão. Lembrando que, atualmente, o nível de colesterol total desejável para minimizar o risco de doenças cardíacas é de 190 mg/dl.

Entre as mulheres, mais uma vez, a variação do colesterol total não foi significativa entre os três grupos. No entanto, o nível de todas estava acima da taxa desejável: 207 mg/dl para as não compulsivas e bebedoras compulsivas com 1 a 12 episódios no ano; e 210 mg/dl para as compulsivas com mais de 12 casos de bebedeira. 

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook • Instagram • YouTube

Mais Tudo sobre Hipertensão