Topo

No supermercado

Um manual para te ajudar a comprar melhor

No que você deve prestar atenção para escolher o melhor iogurte?

Marcia Albuquerque/VivaBem
Imagem: Marcia Albuquerque/VivaBem

Thais Szegö

Colaboração para o VivaBem

09/07/2018 04h00

O iogurte é um alimento que agrega muitos benefícios ao cardápio. É rico em proteínas, cálcio e, em alguns casos, fornece micro-organismos que ajudam a regular o intestino --os probióticos. Além disso, estudos já mostraram que ele contribui para a manutenção do peso, pode melhorar as defesas do corpo e ainda diminui a absorção do colesterol. Diante dessa lista de ganhos, a dúvida não é sobre adicionar ou não o iogurte na lista de compras, e, sim, qual é o mais indicado para colocar no carrinho. Nada que algumas dicas não resolvam. 

Leve em consideração as suas necessidades
Os iogurtes são vendidos em porções individuais ou em embalagens maiores (garrafas de 1 litro, por exemplo). Em relação à conservação, não há diferença entre elas, pois o produto passa por um tratamento térmico e é fermentado com a ajuda de micro-organismos, fazendo com que seu pH fique baixo. Esses dois processos contribuem para a segurança do alimento. Mesmo assim, é importante que ele fique estocado em local refrigerado.

Se você vai compartilhar o iogurte com a família, o mais indicado é a embalagem grande. Agora, se mora sozinho ou quer levar o alimento para o lanche, os potinhos individuais são a melhor opção. Em todos os casos, é importante checar se o produto está bem lacrado e se a marca é de confiança, o que garante um processo de fabricação dentro dos padrões exigidos.

Você encontra diversas opções nas prateleiras. Mas, de forma geral, os iogurtes podem ser divididos em naturais, desnatados, aromatizados, com pedaços de frutas, light, diet, sem lactose, com probióticos e gregos.

Entre os naturais, aromatizados e com frutas, o que conta é o paladar
São considerados naturais os iogurtes feitos apenas com as matérias-primas básicas, como o leite e as culturas microbianas usadas para fermentá-lo. Os aromatizados são aqueles que ganham sabores especiais: mel, laranja e cenoura ou morango, por exemplo. E os com pedaços de frutas, como o próprio nome diz, contam com esse tipo de ingrediente e podem ser aromatizados ou não.

Tem necessidades especiais? Saiba qual é a melhor opção
Os desnatados têm menos gordura na sua composição e por isso são bem-vindos no cardápio de quem quer emagrecer. Os diet, por sua vez, são indicados para a turma que não pode consumir açúcar, como os diabéticos. Já os lights são aqueles que apresentam a quantidade de algum nutriente --geralmente açúcar ou gordura -- reduzida em pelo menos 25% em relação ao produto original. Mas é importante ficar atento ao rótulo, pois a redução ou a retirada não está relacionada obrigatoriamente ao açúcar ou as gorduras, fazendo com que o iogurte fique menos engordativo. Podem ser alteradas as quantidades de sódio ou proteína, por exemplo.

Os produtos sem lactose são a melhor opção para quem tem intolerância a esse açúcar do leite. Já os com probióticos devem fazer parte da lista da dieta de quem costuma ter constipação, a famosa prisão de ventre. 

Está de olho na balança? Então cuidado com o iogurte grego
Ele é conhecido pela sua textura mais cremosa do que a dos outros tipos. Mas, para chegar a esse resultado, algumas empresas adicionam creme de leite e gelatina à sua fórmula, fazendo com que muitas vezes fique mais calórico. 

Cuidado com as frases vendedoras
Algumas embalagens vêm com expressões de efeito para chamar a atenção do consumidor, como "mais frutas" ou "o dobro de proteínas". Porém, é preciso ficar atento às informações nutricionais e à lista de ingredientes do alimento, pois, como existe uma enorme variedade de iogurtes, é preciso avaliar em relação a que outro produto ele está sendo comparado para considerar que tem determinada característica.

Depois de aberto, desconsidere o prazo de validade
Quando a embalagem é violada, o ideal é que o iogurte seja consumido em até dois dias.

Mapa do rótulo

  • Tipo de produto: se é natural, desnatado, com pedaços de frutas etc.
  • Ingredientes
  • Tabela nutricional, com valores que levam em consideração a quantidade média do produto que é usualmente consumida por pessoas sadias. 

INFORMAÇÃO NUTRICIONAL*

Versão natural integral
- Porção de 170 g (1 copo)
- Valor energético: 126 calorias
- Carboidratos: 9,1 g
- Proteínas: 6,8 g
- Gorduras totais: 7 g
- Cálcio: 247 mg

Versão natural desnatada
- Porção de 170 g
- Valor energético: 60,5 calorias
- Carboidratos: 9,1 g
- Proteínas: 6,1 g
- Gorduras totais: 0 g
- Cálcio: 234 mg

Versão com sabor (morango)
- Porção de 170 g (1 unidade média)
- Valor energético: 118 calorias
- Carboidratos: 16,5 g
- Proteínas: 4,6 g
- Gorduras totais: 3,6 g
- Cálcio: 171 mg

Versão com sabor light (com redução de açúcar)
- Porção de 170 g (1 unidade média)
- Valor energético: 69 calorias
- Carboidratos: 8 g
- Proteínas: 5,2 g
- Gorduras totais: 1,8 g
- Cálcio: 211 mg

Iogurte grego
- Porção de 100 g (1 unidade média)
- Valor energético: 148 calorias
- Carboidratos: 18 g
- Proteínas: 4,5 g
- Gorduras totais: 6,4 g
- Cálcio 191 mg

*Valores nutricionais podem mudar conforme ingredientes do produto

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook • Instagram • YouTube