menu

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Após cinco anos sem cigarro, risco de câncer de pulmão diminui 39%

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Do VivaBem

2018-05-30T12:18:47

30/05/2018 12h18

Para de fumar não significa que o corpo está salvo dos males causados pelo tabagismo. Mas a boa notícia é que o risco de câncer de pulmão diminui substancialmente dentro de cinco anos após o abandono do cigarro. A conclusão é de uma nova análise realizada por pesquisadores do Vanderbilt University Medical Center, nos Estados Unidos, e publicada no periódico Journal of the National Cancer Institute.

"Se você fuma, agora é um ótimo momento para parar", aconselha Hilary Tindle, principal autora do estudo. "O fato de que o risco de câncer de pulmão cai relativamente rápido depois de parar de fumar, em comparação com a continuação do tabagismo", diz ela.

Veja também:

Tindle e seus colegas examinaram os registros de saúde de quase 9 mil pessoas, que foram observados por 25 a 34 anos. Durante este período, 284 cânceres do pulmão foram diagnosticados e quase 93% desses casos ocorreram entre fumantes pesados, ou seja, aqueles que fumaram pelo menos um maço de cigarros por dia durante 21 anos ou mais.

Cinco anos após o abandono do vício, o risco de desenvolver câncer de pulmão em ex-fumantes pesados ​​caiu 39% em comparação com os fumantes atuais, e continuou a cair com o passar do tempo. No entanto, mesmo após 25 anos, o risco de câncer nesse órgão permaneceu mais de três vezes maior em comparação às pessoas que nunca fumaram.

"Ex-fumantes pesados ​​precisam perceber que o risco de câncer de pulmão permanece elevado por décadas após o último cigarro aceso”, alerta Matthew Freiberg, coautor do estudo.

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook • Instagram • YouTube