Topo

Pergunte ao VivaBem

Os melhores especialistas tiram suas dúvidas de saúde

Sempre ouvi dizer que o cabelo cai mais no outono. É verdade?

Pergunte ao VivaBem - cabelo
Imagem: Fernanda Garcia/VivaBem

Gabriela Ingrid

Do VivaBem

29/05/2018 04h00

"As pessoas dizem que é normal perder mais fios de cabelo quando chegam as estações mais frias do ano. Isso realmente acontece? Por quê?"

Por mais estranho que pareça, sim. Segundo um estudo publicado no periódico British Journal of Dermatology, é normal as mechas caírem nessa época do ano. Ainda não se sabe ao certo o que está por trás desse padrão e várias hipóteses são levantadas por especialistas.

A explicação mais aceita é que a pele tem sensores de luminosidade que estimulam o crescimento do cabelo, fazendo com que, durante o verão, os fios caiam menos do que em outras estações. Como no outono e no inverno os dias são mais curtos, os fios que não caíram na estação mais quente finalmente caem, dando a impressão de que a perda é maior.

Veja também:

De qualquer forma, o mais importante é descobrir a razão da queda, pois ela sempre é secundária: a perda de cabelo pode estar associada ao estresse, à genética, à dieta, a doenças.

Uma vez afastadas as causas que precisam de intervenção médica, deve-se tomar cuidados gerais, como acrescentar um suplemento específico para cabelos, lavar com produtos de qualidade e de origem conhecida, evitar água muito quente (a uma temperatura de 22 graus e não mais que por três minutos), lavar em dias alternados e pentear com pentes feitos de madeira e de osso. Ter uma boa alimentação também é fundamental, para obter os nutrientes e as vitaminas essenciais para o cabelo.

Fontes: Valcinir Bedin, médico formado pela USP, professor de dermatologia, mestre e doutor em medicina pela Unicamp e presidente da SBC (Sociedade Brasileira do Cabelo); Adriano Almeida, médico professor de dermatologia e diretor da SBC.

Quais são suas principais dúvidas sobre saúde do corpo e da mente? Mande um e-mail para pergunteaovivabem@uol.com.br. Toda semana, os melhores especialistas respondem aqui no VivaBem.

Siga o VivaBem nas redes sociais
Facebook • Instagram • Youtube