menu
Topo

Check-up VivaBem

Aqui boato não tem vez! Esclarecemos o que dizem por aí

Consumir álcool ajuda a dormir melhor?

Check-up VivaBem - Alcool
Imagem: Priscila Barbosa/VivaBem

Ana Carolina Nunes

Colaboração para o VivaBem

09/05/2018 04h00

Muitas pessoas alegam sentir muito sono depois de tomar alguns goles de álcool e dormir como um bebê. Aliás, tem gente que até costuma recorrer a algumas doses antes de se deitar, para "capotar na cama". Mas é melhor repensar a estratégia. Além de trazer vários problemas de saúde --incluindo alguns tipos de câncer --, as bebidas alcoólicas são grandes inimigas de uma boa noite de descanso.

Por que o álcool prejudica o sono?

De fato, o álcool ajuda a relaxar, reduz o estresse, diminui a ansiedade e causa sonolência. Tudo isso tende a ajudar você a dormir mais facilmente. O problema vem no momento após "pregar os olhos". Um estudo recente, publicado no periódico JMIR Mental Health, aponta que o álcool interfere em áreas do sistema nervoso responsáveis pelo estado de "alerta" e de "descanso". Isso gera alterações na frequência cardíaca durante o sono e faz com que o descanso não seja reparador.

A pesquisa, que avaliou mais de 4 mil pessoas com idade entre 18 e 65 anos, mostra que a recuperação fisiológica do organismo durante o sono sofre uma redução de 9,3% após o baixo consumo de álcool (menos de 0,25 g por kg de peso corporal); e de 39,2% depois de um alto consumo (mais de 0,75 g por kg de peso corporal). Para uma pessoa com 70 kg, baixo consumo seria algo em torno de uma latinha e meia de cerveja; e o alto, cerca de quatro latas e meia. 

A bebida faz você acordar mais durante a noite

O álcool ainda desregula o ciclo do sono --dividido em quatro fases, nas quais ocorrem processos e produção de hormônios importantes para a recuperação física e mental. Além disso, provoca microdespertares. Ou seja, você acorda várias vezes durante a noite sem perceber. A substância ainda desidrata o organismo e tem efeito diurético. Logo, pode obrigar você a levantar da cama inúmeras vezes para beber água ou fazer xixi. 

Dormir alcoolizado pode ser especialmente arriscado para quem tem apneia do sono --que também gera microdespertares --, pois a bebida intensifica os episódios ao relaxar a musculatura orofaríngea.

Perigos em longo prazo

No dia seguinte, o resultado de todos os efeitos gerados pelo álcool geralmente é o cansaço. No entanto, em longo prazo, essa redução da qualidade do sono aumenta o estresse do organismo e pode provocar problemas como hipertensão, obesidade e até morte súbita

Para evitar todos esses problemas e não deixar que o álcool prejudique seu sono, o recomendo é tomar a saideira da happy hour cerca de três a quatro horas antes do momento em que você costuma se deitar. Mas lembre-se que isso não vai minimizar outros males que a bebida traz à saúde. 

Fontes: Marcio Krakauer, médico endocrinologista diretor da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Regional São Paulo (SBEM-SP); Fábio Porto, médico neurologista do Hospital das Clínicas de São Paulo; Dalva Poyares, médica neurologista do Instituto do Sono; e Rosana Alves, médica neurologista diretora da Associação Brasileira do Sono (ABM).

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook • Instagram • YouTube