Topo

Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito

Clima ameno, muito agito e energia: conheça vantagens das corridas noturnas

iStock
Imagem: iStock

Por Rafael Kassapian

Colaboração para o VivaBem

13/04/2018 04h00

Sábado à noite, muita música, luzes e gente jovem, disposta e animada. Não, não estou falando de uma balada. Estou falando de uma corrida noturna, tipo de prova que atrai cada vez mais gente em busca de saúde e diversão.

Com distâncias que geralmente vão dos 3 km aos 21,097 km, esse tipo de corrida tem uma dinâmica diferente das competições tradicionais --que normalmente ocorrem nas primeiras horas da manhã. “Os corredores parecem curtir mais e a música é um fator motivacional durante o percurso. Sem falar que os shows após a prova são ótimos para se divertir com os amigos”, fala o administrador Eduardo Vasconcellos, de 28 anos, que é corredor amador. 

Veja também:

Além do ambiente animado, ótimo para quem está dando os primeiros passos no esporte, as corridas noturnas trazem outro benefício tanto para atletas iniciantes quanto para os mais avançados. Com o pôr do sol, os termômetros diminuem e a tendência é que a performance melhore, já que o organismo gasta menos energia para manter a temperatura do corpo controlada. 

Um estudo da Universidade do Norte do Texas (EUA) revelou que as funções musculares e os níveis de força são superiores na parte da tarde/noite, pois a movimentação ao longo do dia deixa os músculos bem aquecidos. A influência disso no desempenho na corrida foi confirmada em uma pesquisa realizada pela Universidade de Londres (Inglaterra). Nela, um grupo de atletas foi consistentemente mais rápido em um percurso de 10 km feito à noite, em comparação a quando realizaram o trajeto no início de manhã.

iStock
Imagem: iStock

Dicas e cuidados para correr à noite 

No dia da prova, repouso e uma alimentação equilibrada são fundamentais. Evite caminhar muito ou fazer atividades que gastem energia. Chegue com antecedência ao local da corrida e faça um bom aquecimento, pois quando a temperatura está mais baixa o risco de lesão é maior. 

Ao longo do percurso, fique muito atento a buracos no asfalto e obstáculos como lombadas, olhos de gatos e tartarugas. Como algumas vias são escuras, você pode tropeçar neles e se machucar

Obviamente, antes de se inscrever em uma corrida --de qualquer tipo -- é essencial fazer uma preparação adequada, com orientação de um educador físico. Sempre que for treinar no período noturno, é importante estar atento à segurança. Prefira se exercitar em parques e locais onde há outros atletas. Se for correr na rua, use roupas claras e com materiais que refletem a luz, para que os carros possam ver você. E evite lugares isolados e com pouca iluminação. 

Fontes: Rodrigo Lobo, treinador de corrida formado pela Escola de Educação Física da Universidade de São Paulo (USP); André Ricardo, educador físico especialista em fisiologia do exercício, diretor da BR Move Assessoria Esportiva.

Siga o VivaBem nas redes sociais
Facebook • Instagram • Youtube

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor