menu

Topo

Tudo sobre Hipertensão

Sintomas e tratamentos da doença


Tudo sobre Hipertensão

Mulheres hipertensas correm maior risco de sofrer aborto espontâneo

iStock
Imagem: iStock

Do VivaBem

2018-04-08T16:46:44

08/04/2018 16h46

As mulheres que já apresentam pressão alta antes de engravidar sofrem maior risco de sofrerem aborto, de acordo com um estudo publicado no periódico científico Hypertension. Para chegarem à conclusão, os pesquisadores analisaram dados de 1.228 mulheres que estavam tentando engravidar novamente, após perderem um bebê.

Do total, 797 conseguiram engravidar e dar à luz. No entanto, 188 (ou quase ¼) passaram por um novo aborto. Depois de levarem em conta fatores como fumar, índice de massa corporal, estado civil, nível de educação e outros fatores, os pesquisadores descobriram que para 10 pontos na pressão arterial diastólica pré-gravidez --o número mais baixo na leitura da pressão arterial-- houve um aumento de 17% no risco de perda do bebê.

Leia também:

Existem muitas razões para o aborto espontâneo e, muitas vezes, a causa é desconhecida. Mas a inflamação e o comprometimento dos vasos sanguíneos, característicos da hipertensão, também são conhecidos pela interrupção da gestação.

"Nosso estudo é observacional e não pode ser usado para mostrar causa e efeito", observou a principal autora do estudo, Carrie J. Nobles, epidemiologista do National Institutes of Health, nos Estados Unidos.

Ainda assim, ela ressaltou que, além de seus efeitos potenciais sobre a gravidez, a pressão alta pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares. "Manter uma boa pressão arterial é importante mesmo além da saúde reprodutiva", diz ela. Portanto, cuidar da sua pressão arterial só trará benefícios para a saúde.

A alimentação é parte importante deste controle. Veja quais alimentos incluir na dieta para baixar a sua pressão.

Mais Tudo sobre Hipertensão