Topo

Check-up VivaBem

Aqui boato não tem vez! Esclarecemos o que dizem por aí

Gel redutor de gordura define o abdome?

Check-up VivaBem - Gel redutor
Imagem: Priscila Barbosa/VivaBem

Marcia Di Domenico

Colaboração para o VivaBem

28/03/2018 04h00

Exibir uma barriga sequinha e definida é desejo de muita gente. E conquistar esse objetivo depende basicamente do esforço em duas frentes: seguir uma alimentação saudável e praticar exercícios regularmente. Mas, para conseguir um abdome trincado, algumas pessoas buscam outros recursos que prometem dar uma mãozinha para ter os tão sonhados "gominhos". Entre eles está o uso de cosméticos que atuam na gordura corporal, como os géis redutores de medidas. Será que vale a pena lambuzar o corpo com o produto antes de vestir a roupa de treino?

Gel redutor define o abdome?

Não espere um milagre do produto. Ele funciona apenas como complemento de uma rotina saudável. Os géis redutores costumam ter na fórmula substâncias que aceleram o metabolismo e favorecem a quebra da gordura acumulada, mas não a queima. Ou seja, a gordura fica ali disponível para ser usada como combustível, mas só com exercícios e dieta você vai conseguir gastar essa energia, eliminar a barriga e definir o corpo

Como o produto age na gordura

Grande parte dos géis possui cafeína, gengibre e pimenta. Esses ingredientes aumentam a temperatura e a circulação sanguínea no local em que são aplicados, mobilizando as células de gordura. Existem também produtos que agem pelo resfriamento da pele, como os com mentol ou cânfora. A redução da temperatura leva à contração dos vasos sanguíneos e, em seguida, a uma vasodilatação e ao aumento do metabolismo, como uma reação do organismo para voltar à temperatura ideal.

Os dois tipos ainda costumam conter ativos que estimulam a drenagem de líquidos e desincham o corpo, a centella asiática e a cavalinha, por exemplo. Frequentemente, a retenção de líquidos é confundida com acúmulo de gordura. 

O que fazer para ter uma barriga definida?

Conquistar um abdômen trincado depende de uma verdadeira força-tarefa. É importante fazer exercícios localizados para os músculos do core, mas não adianta só repetir centenas de abdominais.

Você também deve combinar um treino de força para o corpo todo com atividades aeróbicas (corrida, bike, natação), a fim de turbinar o metabolismo e a queima de gordura. Daí, fica mais fácil o “tanquinho” aparecer. Muitas vezes, o que impede de conseguir uma barriga definida é a capa de tecido adiposo na região. Fazer abdominais fortalece os músculos, mas dificilmente elimina a gordura que os esconde e impede a definição do shape. 

Também é importante ajustar a dieta. Controle o consumo de frituras, açúcar e outros carboidratos refinados (pão, arroz branco, massas). Procure também aumentar a ingestão de proteínas (carne, ovo, peixe, frango) e alimentos in natura.

Fontes: Betina  Stefanello, dermatologista do Departamento de Cosmiatria da Sociedade Brasileira de Dermatologia e professora do Instituto de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro; Paula França, fisioterapeuta dermatofuncional e professora do curso de estética da Universidade Anhembi Morumbi.

Siga o VivaBem nas redes sociais
Facebook • Instagram • Youtube