menu

Topo

O poder dos alimentos

Seu prato torna sua vida mais saudável


Diminuir chocolate e consumir mais peixes ajuda a minimizar acne

Poder dos Alimentos - Acne
Imagem: Gabriela Sánchez/VivaBem

Vivian Ortiz

Do VivaBem, em São Paulo

23/03/2018 04h00

Acne é o nome dado a espinhas e cravos que surgem na pele devido a um processo inflamatório das glândulas sebáceas. A alimentação tem o poder de interferir no surgimento ou não do problema que incomoda tanta gente e pode até causar depressão. Pessoas com tendência, especialmente, precisam evitar determinados itens, pois correm o perigo de piorar o quadro, especialmente se o tratamento não for acompanhado por um dermatologista.

Alessandra Romiti, do Departamento de Cosmiatria do Hospital do Servidor Público de São Paulo (SP) e dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia; Marcela Voris, médica nutróloga da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia) e Rosanna Nocito, dermatologista do Hospital e Maternidade São Luiz (SP), listam o que consumir, maneirar e cortar do cardápio para melhorar a acne.

Coloque no prato

Getty Images
Imagem: Getty Images

Peixes
Possui ômega-3 que ajuda a reduzir a inflamação de células que obstruem os poros e, potencialmente, causam a acne. Neste sentido, nozes e linhaça também são recomendados.

iStock
Imagem: iStock

Iogurte
Para você ter uma pele saudável, precisa que seu intestino funcione bem. E os probióticos regularizam a flora intestinal, melhorando a absorção de nutrientes. Atualmente, inclusive, eles são utilizados para alguns tratamentos de pele, especialmente nos casos de acne, rosácea e dermatite (pele sensível). Compre iogurte desnatado (que sinalize ser probiótico) ou faça preparos caseiros, como kefir e kombucha.

iStock
Imagem: iStock

Castanha do Brasil
São ricas em selênio, um poderoso antioxidante que atua na melhora da acne, protegendo as células de danos inflamatórios e preservando a elasticidade da pele. A recomendação é de 50 a 70 microgramas diárias. Sendo assim, não exagere na porção. 

Getty Images
Imagem: Getty Images

Acerola
Rica em vitamina C, também um antioxidante, de uso tanto oral quanto tópico, que auxilia em vários fatores, até até no clareamento da pele. Vale investir nos alimentos cítricos, de cor alaranjada, que também são ricos em betacaroteno e facilitam a cicatrização, por melhorarem a circulação principalmente.

Getty Images
Imagem: Getty Images
Chá-verde
Seus efeitos antioxidantes contém propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, que reduzem a vermelhidão e ajudam a minimizar o envelhecimento precoce, deixando a pele mais saudável. Apenas tenha cuidado com a dose, pois contém cafeína.
iStock
Imagem: iStock
Batata-doce
Já é uma melhor opção por ser um carboidrato de baixo índice glicêmico. Também é considerada uma fonte excelente de compostos naturais, como ômega-3 e vitamina C. Cerca de duas colheres de sopa de batata-doce no almoço já bastam.

Leia também:

Melhor maneirar

iStock
Imagem: iStock

Leite de vaca
A versão industrializada tem uma quantidade de conservantes elevada, o que pode ser um problemas, dependendo da sensibilidade da pessoa. Além disso, causa um pico de açúcar no sangue, o que pode aumentar a inflamação (levando a espinhas). Ainda eleva os níveis de insulina, que incentivam a produção de óleos de pele (sebo).

Getty Images
Imagem: Getty Images

Açúcar
Alguns estudos sugerem que pode ter relação com o aparecimento da acne. Isso não significa que, se você comer um biscoito, terá uma espinha. A quantidade que você está consumindo ao longo do dia é o que conta. Se você suspeita que o açúcar pode ser um dos culpados a causarem sua acne, tente diminuir o consumo diário até notar a diferença.

iStock
Imagem: iStock

Batata frita
Este é um alimento com alto índice glicêmico. Ou seja, se quebra rapidamente no corpo, desencadeando um pico de insulina e elevando os níveis de açúcar no sangue, causando flutuações hormonais. Pacientes que têm resistência insulínica podem desenvolver alguns sintomas, especialmente na pele. Justamente por isso, alimentos como pão branco e batatas fritas são um problema.

Getty Images
Imagem: Getty Images

Chocolate
Muitos pensam que o problema é a gordura do produto, mas a questão aqui são os outros ingredientes, como açúcar e leite, que causam acne, além do alto índice glicêmico. O ideal é cortar do cardápio, mas se você não resistir, vá no mínimo na versão 70% de cacau. E não mais do que um quadradinho ao dia.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy