menu
Topo

VivaBem

A vacina contra a febre amarela pode falhar?

Pergunte ao VivaBem - Vacina
Imagem: Fernanda Garcia/VivaBem

Gabriela Ingrid

Do VivaBem

20/03/2018 04h00

"Eu li sobre casos de pessoas que tomaram a vacina e mesmo assim foram infectadas pela febre amarela. Isso realmente pode acontecer?"

Como qualquer outra vacina, a imunização de febre amarela também pode falhar. Existem dois tipos de falhas: a primária e a secundária. A falha primária é quando a pessoa toma a vacina e não fica protegida. Isso porque a vacina ativa o sistema imunológico do organismo com o vírus enfraquecido, para que o corpo saiba se defender de um possível vírus mais forte que apareça depois.

No entanto, se a pessoa estiver debilitada, ela pode não ter uma resposta à imunização. Ou seja, o imunizante não ativa o sistema imunológico do indivíduo, fazendo com que ele não se proteja da doença. Isso ocorre com cerca de 2% das pessoas que tomaram a vacina.

Leia também:

A falha secundária é quando o indivíduo perde a proteção com o tempo --mais comum em vacinas que são necessárias outras doses, como a da catapora. A recomendação para a segunda dose da febre amarela ainda está sendo discutida, mas hoje há indícios que seu reforço não será necessário, quando a pessoa toma a dose única.

O maior problema com as falhas vacinais, pelo menos no caso da febre amarela, é que você não vai saber se a vacina funcionou ou não, até você ser infectado. São necessários 10 dias para a imunização fazer efeito. Até lá, é importante se proteger dos locais de risco e continuar usando repelente. 

Fontes: Assessoria de Comunicação de Bio-Manguinhos/Fiocruz; Isabella Ballalai, presidente da SBIM (Sociedade Brasileira de Imunizações); Manual de Vigilância Epidemiológica de Eventos Adversos Pós-Vacinação, editado pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.

Quais são suas principais dúvidas sobre saúde do corpo e da mente? Mande um e-mail para pergunteaovivabem@uol.com.br. Toda semana, os melhores especialistas respondem aqui no VivaBem.

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook | Instagram | YouTube

Mais VivaBem