menu
Topo

Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito

É melhor fazer o treino aeróbico antes ou depois da musculação?

iStock
Imagem: iStock

Daniel Navas

Colaboração para o VivaBem

12/03/2018 04h00

Não importa se seu objetivo na academia é emagrecer ou ganhar músculos. Realizar atividades aeróbicas é essencial para ganhar resistência física e melhorar a saúde --especialmente do coração. Porém, é muito importante você saber o momento certo de fazer o exercício na esteira, na bike ou no elíptico, pois isso pode facilitar --ou atrapalhar -- a conquista de resultados.

Aeróbico antes da musculação

Essa ordem é mais indicada para quem tem o ganho de resistência como foco, pois você iniciará o treino de cárdio descansado e terá mais facilidade para realizá-lo na intensidade correta. A sequência também pode ser uma boa para quem não é muito fã de malhar. Isso porque, na atividade aeróbica a liberação de endorfina tende a ser maior do que na musculação. Como a substância traz a sensação de prazer e bem-estar, você pode se sentir mais motivado para levantar peso. 

Veja também:

Por outro lado, correr –ou  pedalar – antes do treinamento de força pode fazer com que você pegue menos carga nos exercícios, pois já estará um pouco cansado. “Quando você faz esteira primeiro, a musculação tem de ser um trabalho mais leve, complementar, para evitar lesões”, ensina Erico  Caperuto, educador físico e professor do programa de qualidade de vida e saúde da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo. É por isso que, para quem busca ganhar força e hipertrofiar os músculos, não é recomendado fazer aeróbico antes da musculação

Aeróbico intercalado com a musculação

Essa é uma ótima opção para quem procura perder peso. Nela, você geralmente faz uma série de um ou dois exercícios de musculação e depois corre (ou pedala), em ritmo intenso, por um ou dois minutos --o tempo deve ser indicado pelo treinador. Aí, descansa e repete a sequência. Isso faz com que a sua frequência cardíaca fique elevada durante grande parte da atividade física, o que acelera o metabolismo e proporciona grande gasto calórico

iStock
Estruturar o treino corretamente ajuda você a obter melhores resultados Imagem: iStock
Ao intercalar o aeróbico com a musculação, a tendência é que você suporte menos peso do que o normal nos exercícios de força, pois há pouco tempo para recuperar o corpo. Portanto, reduza as cargas e preste muita atenção ao executar os movimentos, para evitar lesões. 

Aeróbico após a musculação

Ao começar o treino "puxando ferro", seu corpo está descansado e você consegue treinar com cargas próximas ao seu limite. Portanto, é a melhor estratégia para quem procura ganhar força e aumentar a massa muscular na academia. Mas ela também pode ser eficiente para pessoas que desejam emagrecer.

Nessa estrutura de treinamento, o organismo segue uma ordem "mais natural" do metabolismo energético. "Ao realizar a musculação, o praticante utiliza como principal fonte de combustível o glicogênio. Ao continuar o treino na esteira, ele começa então a usar predominantemente a gordura como energia. Isso auxilia na diminuição da gordura corporal”, explica o educador físico Mike Costa, professor da academia Cia Athletica, em São Paulo Costa. 

Geralmente, quem busca hipertrofia não precisa realizar o exercício aeróbico todo dia. Dependendo da duração e da intensidade, a atividade aeróbica gera o catabolismo (queima de massa magra). Converse com seu treinador para adequar a rotina de treino aos seus objetivos. 

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/

Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy