menu
Topo

Longevidade

Práticas e atitudes para uma vida longa e saudável

Avô paraplégico recebe ajuda do neto de seis anos e conquista internet

Vivian Ortiz

Do VivaBem, em São Paulo

24/02/2018 11h00

O vídeo em que um menino de 6 anos que, apesar do pouco tamanho, cuida de forma bastante carinhosa do avô cadeirante fez sucesso na internet nos últimos dias. Até o momento, a gravação já teve quase 6 milhões de visualizações no Facebook, 67 mil curtidas e 151 mil compartilhamentos.

Foram as tias de Enzo Meneguelli Pereira, morador de Santa Gertrudes (SP), que gravaram as imagens do menino colocando João Meneguello, 75, na cama com a ajuda de um equipamento especial. Mãe de Enzo, Ana Paula Meneguelli, explicou ao VivaBem que o vídeo foi gravado em novembro de 2017.

Veja também

"Minhas irmãs estavam trabalhando com artesanato em casa e meu pai pediu para ser levado até a cama. Como estavam ocupadas naquele momento, pediram que aguardasse um pouco. Logo, escutaram o aparelho funcionando e correram para ver o que estava acontecendo. Era Enzo colocando o avô na cama", lembra.

Segundo ela, as tias gravaram a cena com um celular para mostrar as traquinagens que o menino andava fazendo enquanto os pais trabalhavam. Também postaram o vídeo no Facebook para compartilhar a cena com outros parentes.

"A ideia não era essa repercussão toda, mas logo na primeira semana começaram as muitas curtidas e visualizações", conta Ana Paula, lembrando que no início a família até tentou acompanhar, curtindo e respondendo os comentários, mas que ficou impossível por conta de tamanha repercussão.

"Eu adoro meu avô, mas não é fácil, viu? Quando ajudei ele pela primeira vez minhas tias nem acreditaram, é que meu avô é pesado", brinca Enzo ao contar sobre seu feito.

Injeção de ânimo

Ana Lúcia Meneguelli Silva, uma das tias de Enzo, conta que o amor entre neto e avô começou bem antes do nascimento. Isso porque Seu João era motociclista e adorava viajar bastante sobre duas rodas até 2007, quando sofreu um acidente de moto que esmagou sua sétima vértebra e o deixou paraplégico.

"Minha irmã engravidou justamente porque ele estava entrando em depressão e ela achou que um neto traria alegria para a vida de nosso pai", conta. E foi justamente o que aconteceu. Segundo a paulista, os dois são companheiros desde o nascimento da criança. "Tem vídeo dele pequenininho, da época em que começou a andar, empurrando a cadeira de rodas manual do meu pai", lembra.

Ana Lúcia conta ainda que Enzo adora ajudar nas tarefas, inclusive na hora do banho, mas sempre com a supervisão de um adulto. "Ele gosta muito de cuidar do avô. Os dois brincam juntos, meu sobrinho passa creme, insiste para que meu pai coma, dá café, água. É muito bonitinho e foi uma verdadeira injeção de ânimo para Seu João", diz.

Aparelho facilita

O neto só consegue ajudar o avô --na hora de passar da cadeira para a cama -- por conta de uma espécie de engenhoca, que também tem chamado a atenção das pessoas que assistem ao vídeo. No início, essa transferência era feita com a ajuda dos braços dos cuidadores.

"Só que ele é alto e grande, então ficou difícil. Aí tivemos a ideia de fazer uma talha --espécie de suporte -- para esse serviço. Eram duas roldanas colocadas no telhado e puxávamos a corda com a mão, mas não aguentamos também. Hoje, usamos a talha elétrica e, com o vídeo, muitas pessoas têm entrada em contato pedindo informações", conta.

Apesar de alguns comentaristas na internet afirmarem que o que a família faz com o garoto é "trabalho escravo", a família nega, alegando que a atividade é mesmo dos adultos. Pessoalmente, as filhas de Seu João dizem que as pessoas só fazem elogios ao menino. "Já até reconheceram o Enzo no supermercado e ele ficou feliz porque deu autógrafo", conta a mãe, ressaltando --bem-humorada -- que o filho mal sabe escrever o próprio nome ainda.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy