Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor

Está cansado? É melhor dormir mais ou fazer um sacrifício e ir treinar?

iStock
Imagem: iStock

Maria Júlia Marques

Do VivaBem, em São Paulo

19/01/2018 04h02

A vida não está fácil para ninguém. Tem dias que mal temos tempo para dormir, quem dirá para malhar. Mas, quando sua agenda está lotada, o que é melhor fazer para preservar a saúde: dormir o suficiente para descansar ou encurtar o sono e partir para a academia?

Essa é uma terrível escolha de Sofia. Tanto o sono como o exercício são importantes para uma vida saudável e deviam ter espaço cativo entre os planejamentos do dia.

Veja também:

Estudos mostram que a falta de tempo é o principal fator de abandono do treino. De 10 pessoas que frequentam a academia, seis vão parar em breve por causa de outros compromissos inadiáveis.

Você quer uma resposta curta e grossa? Durma!

iStock
Imagem: iStock
Em longo prazo você realmente vai precisar equilibrar a agenda e fazer o sono e o exercício se encaixarem para garantir uma boa saúde e vida longa. Mas, pontualmente, é melhor dormir do que acordar antes e treinar.

A ausência de sono vai mexer com sua saúde e tornar o treino inviável. No dia seguinte à primeira noite de poucas horas na cama pode ser que você nem note o cansaço. Porém, após semanas, vão aparecer irritabilidade, queda na imunidade e falhas na capacidade cognitiva.

Fora que a privação de sono pode causar a síndrome de estresse crônico, que mexe na sua adrenalina, eleva a pressão arterial e, pasme, estimula a produção de substâncias que aumentam a fome e diminui aquelas que nos causam saciedade. Ou seja, a falta de sonecas cria uma tendência a comer mais e ganhar peso.

Dormir também é importante para praticar exercícios físicos com segurança. Quando você não fica tempo suficiente em repouso os músculos não conseguem se recuperar direito e o risco de lesão aumenta. Isso porque, durante o sono o organismo produz uma série de substâncias importantes para a construção muscular, como testosterona e GH (hormônio do crescimento).

Como se tudo isso fosse pouco, ainda temos que nos preocupar com nosso ciclo cicardiano, que regula o corpo durante 24 horas. Não dormir o tempo necessário (geralmente de seis a nove horas) e pular da cama para malhar pode confundir seu relógio biológico e atrapalhar as funções do organismo durante o dia inteiro.

Mas não desista da atividade física

iStock
Imagem: iStock
Claro que exercícios regulares também oferecem muitos benefícios, como um sono de qualidade e melhor cognição. A atividade física também previne diabetes, hipertensão e obesidade.

O que os médicos e especialistas na área orientam é administrar o tempo e colocar a atividade física entre as suas prioridades.

Você pode analisar seu ciclo cicardiano para ver se o organismo se adapta melhor a treinos de manhã, à tarde ou à noite. Se tiver hábitos noturnos, lembre-se de que é importante não malhar três horas antes de deitar na cama, pois os exercícios liberam hormônios que podem deixar você ligado (como a adrenalina) e atrapalhar o sono.

Se realmente não sobrar tempo par ir à academia, não se desespere. O corpo não se importa com o local em que o exercício está sendo feito. Então, invista em atividades físicas que caibam na rotina. Você pode deixar o carro em casa e ir ao mercado caminhando; trocar o elevador pela escada; ir trabalhar de bike; e até se policiar para, quando for usar o celular, levantar da cadeira e dar uma volta.

Sair do sedentarismo vai ajudar a melhorar sua saúde. Se movimentar apenas 30 minutos por dia tem impacto positivo no organismo e reduz o risco de doenças cardiovasculares, por exemplo.

Está morto e acabado? Volte para a cama, mas mexa-se mais durante o dia! 

Fontes: Gilberto Coelho, educador físico especialista em fisiologia do exercício pela Unifesp e professor da FAAP, Renato Zilli, endocrinologista do Hospital Sírio Libanêse Paulo Giorelli, chefe do departamento de Obesidade e Síndrome Metabólica da Associação Brasileira de Nutrologia.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy