Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor

USP cria pomada que promete secar feridas labiais de herpes em dois dias

iStock
Imagem: iStock

Do VivaBem

11/01/2018 11h46

Pesquisadores das Faculdades de Odontologia e Farmácia da USP de Ribeirão Preto, em São Paulo, desenvolveram uma nova pomada que promete secar as feridas do herpes tipo 1 em, no máximo, dois dias.

O co-autor do estudo Vinícius Pedrazzi afirmou que o produto acelera o tempo de cicatrização, além de também ser capaz de evitar a reincidência da doença. “Os medicamentos à venda hoje demoram de cinco a 10 dias para terem resultado, enquanto nós conseguimos melhora boa em 24 a 48h. Um avanço imenso”, disse ele. “Como desfecho secundário, as pessoas que testaram a pomada ainda ficaram semanas ou até meses sem reincidência.”

Leia também:

De acordo com Pedrazzi, a ideia do produto surgiu após ele realizar uma consulta, anos atrás, para implantar uma prótese ortodôntica em uma mulher que tinha herpes na boca. Para evitar que a paciente sentisse incomodo, ele aplicou um anestésico.

Cerca de seis horas depois, a paciente ligou para o consultório de Pedrazzi e contou que as feridas haviam desaparecido. A resposta ao medicamento fez com que o pesquisador resolvesse se aprofundar na doença e, em conjunto com o professor Oswaldo de Freitas, desenvolvesse um gel à base do anestésico.

Com o tempo, outros voluntários testaram o produto e afirmaram que há um processo de cura e cicatrização em poucas horas. Além de não ter sido notado nenhum efeito colateral.

iStock
Nova pomada em gel promete cicatrizar feridas causadas pelo herpes em até dois dias Imagem: iStock

Produto ainda não tem data para chegar ao mercado

Causado pelo vírus herpes simples, o herpes tipo 1 atinge 90% dos brasileiros. Quando a imunidade do indivíduo fica baixa, o vírus se manifesta e aparecem em forma de bolhas no lábio e na boca, vermelhidão e ardência.

Pelo fato de a doença não ter cura, seu tratamento é apenas sintomático, aliviando os sintomas em até 10 dias. “Contudo, após fazermos um questionário com quem convive com a doença, percebemos que a demora com que as feridas desaparecem e o aspecto branco dos produtos comuns atrapalham a vida dessas pessoas”, disse Pedrazzi.

O pesquisador acredita que a rapidez com que a nova pomada cicatriza as feridas é uma vantagem que facilita a futura venda do produto no mercado. Além disso, o aspecto de gel deixa o medicamento incolor e faz com que ele seque em até cinco minutos, diferente dos cremes brancos à venda nas farmácias.

Segundo o pesquisador, a equipe vai patentear a invenção e uma empresa já está interessada na pomada, mas ainda não há uma data para sua venda no mercado.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog da Adriana Vilarinho
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
Cintia Cercato
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
Blog da Lúcia Helena
do UOL
VivaBem
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
Blog do Maurício de Souza Lima
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog da Lúcia Helena
do UOL

do UOL

Saiba quais cuidados você deve ter ao usar lentes de contato no verão

Sol, areia, mar, piscina, esportes ao ar livre. O verão é uma época cheia de diversões que ninguém quer perder de vista. No entanto, quem usa lentes de contato precisa tomar alguns cuidados para não sofrer com problemas que podem prejudicar a saúde dos olhos. Veja quando você deve redobrar a atenção ou até mesmo optar pelos óculos.    Em viagens de avião Não é errado usar lentes de contato quando você vai viajar de avião. Porém, é melhor retirá-las, principalmente em voos noturnos ou com mais de quatro horas de duração. Por causa do ar-condicionado da cabine, os olhos tendem a ficar ressacados e as lentes podem provocar desconforto, irritação, coceira e até dor. Antes de viajar, procure o seu oftalmologista para que ele indique um colírio lubrificante.   Veja também: Evite os erros mais comuns ao usar lentes de contato Mulher descobre que tinha 27 lentes de contato em um olho Câncer de pele que não tem nada a ver com o sol é comum no Brasil   Na hora de mergulhar Se não quiser tirar a lente para entrar na piscina ou no mar, use óculos de natação. Na água existem muitas bactérias que podem ficar na lente, aumentando o risco de uma infecção bacteriana, que pode causar úlceras de córnea, por exemplo. Além disso, o cloro utilizado nas piscinas também pode entrar em contato com as lentes e gerar algum tipo de irritação.    Ao praticar esportes  $escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2018/cuidados-ao-usar-lentes-de-contato-e-praticar-esportes-no-verao-1516050419643.vm')

do UOL
do UOL
Blog da Adriana Vilarinho
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Cintia Cercato
do UOL
do UOL
Topo