Alimentação

Ideias e informações para você comer melhor

Quer comer menos doces? Experimente ficar por mais tempo na cama

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do VivaBem, em São Paulo

10/01/2018 15h51

Dormir um pouquinho a mais não parece ser a maneira mais óbvia de emagrecer. Mas, de acordo com um novo estudo, talvez seja a chave para perder o excesso de peso. Cientistas do King's  College  London descobriram que as pessoas que passam mais tempo dormindo são menos propensas a escolherem guloseimas açucaradas.

A falta de sono já era conhecida como um fator de risco para a obesidade, pois altera o nível de hormônios que controlam o apetite. O estudo, no entanto, mostrou que, ao dormir mais, as pessoas naturalmente escolhem alimentos mais saudáveis durante a semana, comendo em média 10 g menos de açúcar por dia.

Veja também:

A redução na ingestão de açúcar vale tanto para o ingrediente adicionado nos alimentos industrializados quanto para os feitos em casa, bem como açúcares presentes em mel, xaropes ou sucos de frutas. Segundo os autores, isso sugere que uma simples mudança no estilo de vida poderia realmente ajudar as pessoas a terem uma dieta mais saudável.

Como foi o estudo

Durante a pesquisa, 21 voluntários que dormiram menos do que as sete horas por noite foram enviados para aconselhamento, com o intuito de ajudar a mudar seus hábitos de sono. Eles receberam instruções para criarem uma rotina no horário em que iam para a cama, resistirem à cafeína e evitarem fazer refeições perto da hora de dormir, além de tentarem relaxar mais no período noturno.

Em média, os grupos conseguiram adicionar 90 minutos aos padrões de sono diário durante o estudo de sete dias. No final da semana, eles estavam comendo naturalmente menos açúcar e carboidratos do que no início. Nenhuma mudança foi observada em um grupo de controle cujo sono não melhorou.

Haya Al Khatib, pesquisadora principal do estudo, explicou que a duração e qualidade do sono é uma área de crescente preocupação e tem sido associada como fator para vários problemas de saúde. "Nossos resultados também sugerem que aumentar o tempo na cama por uma hora ou mais pode levar a escolhas alimentares mais saudáveis. Isso reforça ainda mais o vínculo entre o sono curto e dietas de menor qualidade, que já foram observadas em estudos anteriores."

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog da Georgia Castro
BBC
Chef Funcional
do UOL
Blog Bella Falconi
Blog da Maria Cecília Corsi
do UOL
Blog Marcio Atalla
Estilo
Estilo
Chef Funcional
Blog Nutrição sem neura
do UOL
Blog da Verônica Laino
Estilo
Blog da Georgia Castro
Estilo
do UOL
do UOL
Chef Funcional
Estilo
Blog Bella Falconi
do UOL
do UOL
Blog da Maria Cecília Corsi
Blog Marcio Atalla
BBC
do UOL
BBC
Chef Funcional
Blog Nutrição sem neura
BBC
Agência Estado
do UOL
Blog da Verônica Laino
Estilo
do UOL
do UOL
Blog da Georgia Castro
Chef Funcional
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Bella Falconi
do UOL
Blog da Maria Cecília Corsi
Blog Marcio Atalla
Estilo
BBC
Chef Funcional
Topo