Viva Bem

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamento de doenças

Obesos têm mais chances de morrer de infecções como a pneumonia, diz estudo

Do VivaBem, em São Paulo

07/12/2017 18h54

Não há dúvidas que o excesso de gordura prejudica nossa saúde, e a cada dia estudos descobrem mais evidências de quão desagradáveis essas gordurinhas são para nosso organismo. A mais nova preocupação é que ser obeso ou estar acima do peso na adolescência aumenta os riscos de mortes por doenças infecciosas na meia idade.

Um artigo publicado no Journal of Obesity analisou dados sobre 2,3 milhões de pessoas e concluiu que alguns quilos extras na juventude estão associados a um maior risco de morte por sepsis e pneumonia antes dos 60 anos.

Veja também:

Os registros eram de israelenses de 17 a 19 anos que foram examinados para aptidão física antes de começar o serviço militar obrigatório entre 1967 e 2010. As avaliações continham dados como altura, peso, diabetes, asma, problemas visão, entre outros.

Os pesquisadores ligaram os dados dos jovens com as informações sobre a causas de morte do Ministério da Saúde, focando particularmente na relação entre índice de massa corporal e mortes por doença infecciosas.

O resultado? Das 2,3 milhões de pessoas no estudo, 689 morreram de doenças infecciosas na meia idade.

Mulheres obesas apresentaram um risco sete vezes maior de mortes por doenças infecciosas em comparação com mulheres de peso adequado. No caso dos homens, os obesos têm risco 2,3 vezes maior por doenças infecciosas.

Para cada aumento no IMC de uma pessoa o risco de morte por doença infecciosa também disparou: para os homens, houve um aumento de 4% no risco de a cada unidade do IMC, e para as mulheres, um aumento de 15%.

"Esperávamos que a obesidade seja um fator de risco para a morte atribuído à mortalidade por doenças infecciosas, mas ficamos surpresos com as fortes diferenças específicas do sexo", disse Gilad Twig, professor que participou do estudo, ao site VOX.

A obesidade está diretamente relacionada ao aumento de doenças. Já se sabe que quanto mais pesada a pessoa, pior o funcionamento do seu sistema cardiovascular, por exemplo. O peso extra também aumenta as chances de dor e osteoartrite. Além disso, a obesidade está associada ao aumento de diabetes tipo 2 e a inflamação e alteração de níveis hormonais, o que aumenta os riscos de pelo menos 10 tipos de câncer.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao