Viva Bem

Dieta

Abran se manifesta contra dietas sem glúten para quem quer emagrecer

Do VivaBem, em São Paulo

05/12/2017 17h37

O “segredo” da boa forma de muitas famosas já foi cortar o glúten. A medida já foi muito debatida entre os profissionais da área, mas, agora, a Abran (Associação Brasileira de Nutrologia) se manifestou contra o uso de dietas sem glúten para fins de emagrecimento.

“A exclusão do glúten da alimentação só deve ser realizada para os pacientes com enfermidades [doença celíaca e sensibilidade ao glúten] que justifiquem essa prática como forma de tratamento”, afirmou em um comunicado.

Veja também:

A associação destaca que os cereais são parte fundamental da alimentação, sendo fonte importante de energia, proteínas, lipídeos, vitaminas, minerais e fibras.

Além de não existirem evidências científicas que justifiquem a prática, a Abran acredita que essa “modinha” se popularizou porque ao retirar o glúten da alimentação, são cortados alimentos com trigo, que fazem parte da alimentação tradicional.

“O planejamento alimentar para o paciente que precisa emagrecer não deve, em geral, conter restrições alimentares genéricas, mas sim ser individualmente planejado, respeitando-se aspectos pessoais, sociais e culturais. A eliminação pura e simples do glúten pode levar a prejuízo à saúde”, finaliza.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao