Saúde

Sintomas, prevenção e tratamento de doenças

Sistema imunológico do bebê agradece cada abraço que recebe

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do VivaBem, em São Paulo

01/12/2017 17h39

Toda vez que recebemos um abraço, nosso corpo recebe uma dose de ocitocina, neurotransmissor conhecido como hormônio do amor. A boa notícia é que, além do carinho, os abraços podem influenciar o sistema imunológico dos bebês.

Uma pesquisa, publicada no jornal Development and Psychopathology, mostra que a quantidade de abraço que uma criança recebe quando bebê influencia uma série de mudanças epigenéticas em pelo menos cinco áreas do DNA, incluindo sistema imunológico e metabolismo. 

Os bebês com menos contato físico nas primeiras semanas de vida também mostraram um perfil molecular em suas células que estava subdesenvolvido para sua idade. "Pensamos que o envelhecimento epigenético mais lento nas crianças pode refletir negativamente no desenvolvimento ", disse Michael Kobor, professor do Departamento de Genética Médica da UBC, em um comunicado.

No estudo, os pais de 94 bebês fizeram um diário sobre o comportamento das crianças, bem como o quanto recebiam de carinhos e abraços durante as primeiras cinco semanas. Depois de quatro anos, eles testarem o DNA das mesmas crianças.

Eles, então, procuraram o processo epigenético da metilação do DNA. Este processo funciona para identificar o quão ativo é um gene.

De acordo com as descobertas, houve diferenças consistentes em cinco locais específicos de DNA entre as crianças que tiveram um alto nível de contato e aqueles que não o tinham. Em particular, em um conhecido por desempenhar um papel no sistema imunológico e outro no metabolismo.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
Blog da Adriana Vilarinho
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Cintia Cercato
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
Blog da Lúcia Helena
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
Agência Estado
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
Agência Estado
do UOL
Agência Estado
Blog da Lúcia Helena
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
BBC
do UOL
Topo