Viva Bem

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamento de doenças

Sistema imunológico do bebê agradece cada abraço que recebe

Do VivaBem, em São Paulo

01/12/2017 17h39

Toda vez que recebemos um abraço, nosso corpo recebe uma dose de ocitocina, neurotransmissor conhecido como hormônio do amor. A boa notícia é que, além do carinho, os abraços podem influenciar o sistema imunológico dos bebês.

Uma pesquisa, publicada no jornal Development and Psychopathology, mostra que a quantidade de abraço que uma criança recebe quando bebê influencia uma série de mudanças epigenéticas em pelo menos cinco áreas do DNA, incluindo sistema imunológico e metabolismo. 

Os bebês com menos contato físico nas primeiras semanas de vida também mostraram um perfil molecular em suas células que estava subdesenvolvido para sua idade. "Pensamos que o envelhecimento epigenético mais lento nas crianças pode refletir negativamente no desenvolvimento ", disse Michael Kobor, professor do Departamento de Genética Médica da UBC, em um comunicado.

No estudo, os pais de 94 bebês fizeram um diário sobre o comportamento das crianças, bem como o quanto recebiam de carinhos e abraços durante as primeiras cinco semanas. Depois de quatro anos, eles testarem o DNA das mesmas crianças.

Eles, então, procuraram o processo epigenético da metilação do DNA. Este processo funciona para identificar o quão ativo é um gene.

De acordo com as descobertas, houve diferenças consistentes em cinco locais específicos de DNA entre as crianças que tiveram um alto nível de contato e aqueles que não o tinham. Em particular, em um conhecido por desempenhar um papel no sistema imunológico e outro no metabolismo.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao