Tudo sobre DSTs

Sintomas e tratamentos das principais DSTs

Gonorreia causa infecções na uretra, ânus, vagina e até na garganta

iStock
Imagem: iStock

Thiago Varella

Colaboração para o VivaBem

01/12/2017 04h00

A gonorreia está se tornando cada vez mais difícil de tratar por sua crescente resistência aos antibióticos. A queda no uso de preservativos está ajudando a disseminar uma superbactéria da gonorreia.

Se a infecção pode afetar os genitais e até aumentar o risco de HIV, é o impacto na garganta que mais preocupa. Ao fazer sexo oral desprotegido é possível pegar a bactéria e, muitas vezes, a infecção é tratada como um problema qualquer da garganta.

"A cultura da secreção é o único exame disponível, mas praticamente inacessível na rede pública e o diagnóstico tem sido feito apenas mediante presença de sintomas clássicos. Ou seja, aqui no Brasil, não identificamos as formas assintomáticas da doença", alerta a médica Ruth Khalili.

O que é Gonorreia?

A gonorreia é causada por uma bactéria, a Neisseria gonhorroeae, que se transmite de maneira sexual.

Causa infecções na uretra, ânus, cérvix do útero e vagina; faringites, assim como pode acometer, mais raramente, olhos e outras regiões do corpo. As infecções, quando não tratadas, podem causar infertilidade (dificuldade para ter filhos), dor durante as relações sexuais e gravidez nas trompas.

Quais são os sintomas?

As mulheres geralmente não têm sintomas, mas podem aparecer:

  • Dor ao urinar ou no baixo ventre (pé da barriga)
  • Corrimento amarelado ou claro, fora da época da menstruação
  • Dor ou sangramento durante a relação sexual

Os homens podem apresentar:

  • Ardor e esquentamento ao urinar
  • Pode haver corrimento ou pus
  • Dor nos testículos

Como é o tratamento?

O tratamento é feito por meio de antibióticos, pode ser utilizado o Ceftriaxone, o Cipro, ou antibióticos mais fortes para as bactérias resistentes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo