Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito

Anabolizantes comprometem funcionalidade do "colesterol bom", aponta estudo

iStock
Imagem: iStock

Do VivaBem, em São Paulo

30/11/2017 18h08

Os anabolizantes são grandes vilões para nosso organismo, mas na busca de um corpo perfeito muita gente apela e os usa para alcançar os objetivos.

O produto é uma categoria de hormônios análogos a testosterona que têm a função de aumentar a síntese de proteínas responsáveis pelo crescimento da musculatura. Resumindo, você vai ficar forte, mas ao tomar sem necessidade você inibi a produção natural dos hormônios e tem problemas de saúde.

Veja também:

“O uso indiscriminado de anabolizantes causa alterações no perfil lipídico; diminui o HDL, que é o ‘colesterol bom’; e aumenta o ruim. Além disso, já foram observadas alterações hepáticas, algumas associações com câncer, morte súbita, hipertrofia cardíaca e arritmia”, lembrou Francis Ribeiro de Souza, doutorando do InCor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da USP), em entrevista ao Jornal da USP.

Como se essa informação já não fosse horrível, uma pesquisa feita por Souza mostrou que os anabolizantes comprometem a funcionalidade do colesterol bom.

Para chegar a essa conclusão, o cientista acompanhou três grupos distintos que passaram por exames de sangue e tomografias para a avaliação das artérias coronárias e dos corações. Os voluntários eram 51 homens de cerca de 29 anos que foram separados entre os que faziam musculação e usavam anabolizantes, quem iam para academia sem consumir o produto, e os sedentários.

Ao final dos exames foi comprovado que um em cada quatro usuários de anabolizantes sofria de aterosclerose precoce --quando há acúmulo de placas de gordura nas artérias coronárias, aumentando chances de infarto. A doença não foi identificada nos participantes que não usam esteroides.

Segundo o pesquisador, os anabolizantes estariam prejudicando a funcionalidade do colesterol bom, que é o responsável por evitar que o colesterol ruim se acumule nas artérias.

“É como se o colesterol bom não conseguisse identificar e separar as partículas ruins para retirá-las do sangue. Isso mostra que os receptores de colesterol bom em pessoas que usam anabolizantes estão apresentando defeitos. Além de estarem presentes em pouca quantidade”, explicou Maria Janieire Alves, cardiologista líder do grupo de pesquisa sobre impacto da autoadministração de esteroides, ao Jornal da USP.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
Blog Marcio Atalla
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
Blog Marcio Atalla
do UOL
do UOL
VivaBem
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
Blog Marcio Atalla
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
Topo